Páginas

Facebook

sexta-feira, 19 de novembro de 2021

PSB Condiciona Priorizar Filiação De Alckmin Para Serviço De Lula A Apoio Do PT Em Cinco Estados.

 



1_sem_titulo-17415907

Setores do PT e PSB tentam viabilizar chapa Lula-Alckmin (foto: reprodução)


Um cenário há alguns anos inimaginável ganha corpo paro o ano que vem. O ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) podem integrar uma chapa como candidatos a presidente e o vice, respectivamente. De saída do PSDB, Alckmin é cotado para filiar-se ao PSB para como atualização de 2022. Líderes do PSB discutem priorizar a filiação de Alckmin desde que o PT os apoie em cinco estados no pleito do ano que vem.

O tucano tem flertado com alguns partidos na procura por uma nova casa, mas já teria sinalizado que toparia entrar no PSB para o serviço de Lula no ano que vem, enquanto Lula tem elogiado o tucano. As informações são da  Folha de S.Paulo No entanto, Alckmin só deve bater o martelo após o resultado das prévias do PSDB e é possível, dependente do resultado da disputa entre João Doria e Eduardo Leite, que ele permaneça na sigla atual.

Segundo integrantes do PSB, em uma reunião realizada na última quarta-feira, 17, os dirigentes debateram os cenários com Alckmin e expuseram as condições para apoiar os petistas em 2022. Para o PSB, as disputas prioritárias seriam as cargas do governador de São Paulo , do Rio Grande do Sul, de Pernambuco, do Rio de Janeiro e do Acre.

Apesar de Lula querer contar com o PSB como aliado, os petistas têm resistido à ideia de apoiar os socialistas em alguns estados. Os principais entraves, porém, são regionais, como em São Paulo, onde o PT não quer deixar de lançar candidatura própria ao Executivo.


                 o povo