Páginas

Facebook

sábado, 4 de setembro de 2021

Barbalha volta a liberar realização de eventos; normas sanitárias devem ser respeitadas.

 


Eventos têm que obedecer a normas sanitárias impostas em decreto estadual(foto: Reprodução/Vigilância Sanitária)

Eventos têm que obedecer a normas sanitárias impostas em decreto estadual(foto: Reprodução/Vigilância Sanitária)


O município de Barbalha, à 408.06 km de Fortaleza, voltou a liberar a realização de eventos culturais e apresentações musicais, desde que sejam obedecidas as normas sanitárias. Manifestações haviam sido suspensas pela vigilância sanitária há cerca de uma semana, mas decisão foi reconsiderada e nova determinação passou a valer já a partir dessa quinta-feira, 2. Informações são da Rádio CBN Cariri.

Desde o dia 26 de agosto o município vem adotando medidas mais restritivas de combate à pandemia, em decorrência do cenário epidemiológico observado na cidade. Estavam proibidas a realização de shows, música ao vivo nos estabelecimentos comerciais, como bares e restaurantes, e em espaços públicos. A realização de eventos culturais em espaços abertos ao público também estava proibida.

Após nova análise, feita nessa quinta, pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19, a prefeitura resolveu pelo retorno de manifestações desse porte, já a partir da quinta-feira. No entanto, para que eventos e apresentações possam acontecer eles devem obedecer a normas sanitárias impostas pelo decreto estadual.

 Dentre as normas está a proibição de espaços para danças, a distância de um metro e meio entre as mesas, a obrigatoriedade do uso de máscaras e a assinatura de um termo de compromisso sanitário por parte do proprietário do estabelecimento. Em entrevista ao repórter Guilherme Carvalho, da Rádio CBN Caririo coordenador da Vigilância Sanitária de Barbalha, Carlos Henrique, explicou documento.

"O termo contempla e já direciona o proprietário do estabelecimento que o funcionamento da atração musical só pode acontecer até as 22 horas. O funcionamento normal vai até meia noite e que as pessoas devem circular de máscara, de proteção facial, evitar todo e qualquer tipo de aglomeração", explicou representante.

Além disso, os artistas que forem se apresentar também devem se responsabilizar "por qualquer tipo de aglomeração que acontecer". Em último boletim divulgado pela prefeitura de Barbalha, o município registrava 8.409 casos de Covid-19 e 501 óbitos em decorrência da doença. Ao todo 57% da população recebeu a primeira dose (D1) da vacina e 25% recebeu a segunda dose (D2) ou a dose única (DU).