Páginas

Facebook

sexta-feira, 13 de agosto de 2021

Guilherme Sampaio é o sexto suplente em atividade na Assembleia Legislativa do Ceará.

 


ado estadual da Assembleia Legislativa do Ceará, na manhã desta quinta-feira (12), o suplente Guilherme Sampaio, do Partido dos Trabalhadores (PT), que é vereador de Fortaleza.

O parlamentar assume a vaga deixada por Moisés Braz (PT) e atuará no Legislativo estadual até dezembro próximo. Ele é o sexto substituto de titular de assento em atividade na Casa neste momento.

Além de Guilherme, o PT pretende, ainda, beneficiar o vereador do Crato, Pedro Coelho, que é o próximo suplente da coligação proporcional formada em 2018. O parlamentar deve assumir a vaga que pode abrir pelo atual líder petista na Assembleia, Elmano de Freitas ou por Fernando Santana.

Alguns partidos políticos resolveram dar maior visibilidade a seus suplentes, principalmente, devido à legislação eleitoral ainda em vigência, que proíbe a realização de coligações proporcionais.

Desta forma, as legendas tendem a prestigiar seus membros, visando a permanência desses nos quadros das agremiações quando da disputa eleitoral. No entanto, a Câmara Federal aprovou o retorno do sistema de agrupamentos para a disputa proporcional, chamado de federação, o que também pode alterar as estratégias partidárias no futuro.

Além de Guilherme, também estão atuando temporariamente como parlamentar na Casa Legislativa os suplentes: Gelson Ferraz e Rafael Branco, ambos do MDB. Eles estão ocupando as vagas deixadas pelos emedebistas Danniel Oliveira e Leonardo Araújo, que retornam à Casa no mês de setembro.

Outro que está atuando no Legislativo estadual desde maio passado é o deputado Diego Barreto (PTB), delegado da Polícia Civil, que assumiu a cadeira de Carlos Felipe (PCdoB), licenciado para tratar de assuntos particulares.

Em julho passado, a Assembleia Legislativa concedeu licença ao deputado Walter Cavalcante (MDB), pelo período de 120 dias, para tratar de interesse particular. Em sua vaga, Edilardo Eufrásio voltou a assumir mandato no legislativo por mais quatro meses.

Oriel Nunes (PDT) está na Casa desde dezembro de 2020, beneficiado com as eleições municipais e permanência do deputado licenciado Zezinho Albuquerque (PDT) na Secretaria de Cidades do Governo Camilo.

Durante pronunciamento de posse, Guilherme Sampaio fez defesa de algumas pautas como as da Educação e Cultura, e afirmou que, durante os próximos quatro meses, atuará como parte da base governista de Camilo Santana. O parlamentar deve apresentar, nos próximos dias, um pacote com projetos que ele julga serem necessários para a população cearense.
 “Aqui, posto-me ao lado dos que defendem a democracia e dos que enfrentam os preconceitos. Empunharei as armas da educação e outras bandeiras. Pretendo dedicar cada minuto desse mandato a esses grupos vulneráveis”, afirmou.


 Guilherme continua vereador de Fortaleza licenciado. Ele assumiu como suplente de deputado apoiado por decisões liminares de ministros do Supremo Tribunal

 Federal, uma delas, destacada recentemente neste Blog, do ministro Ricardo Lewandoswki, entendendo que o titular de mandato ao assumir um outro na condição de suplente, não está exatamente como titular de dois mandatos, o que é proibido pela Constituição Federal. 


                       Jornalista Edison Silva