Páginas

Facebook

segunda-feira, 3 de maio de 2021

Frente Nacional dos Prefeitos vai ao Ministério da Saúde pedir vacinação em massa para professores

 























A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) faz gestões junto ao Ministério da Saúde para inclusão dos profissionais de educação no cronograma prioritário da vacinação contra a COVID-19. Os prefeitos relam dificuldades para retomada das aulas presenciais sem uma ampla imunização dos servidores da educação.

“Os municípios não conseguirão abrir escolas se o professor não estiver vacinado”, afirmou, de forma resumida, o presidente da Frente Nacional dos Prefeitos, Edvaldo Nogueira, ao relatar as informações que chegam a entidade sobre a mobilização dos professores pela vacina.

No Ceará, o Governador Camilo Santana recebe relatos semelhantes e há um mês pediu, por meio de audiência virtual, ao Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que a vacinação contra à Covid-19 fosse antecipada para os profissionais da educação.


O movimento da Frente Nacional dos Prefeitos é deflagrado no momento em que vários estados relaxam as regras de distanciamento social e aumenta a presença dos estudantes nas aulas das redes particulares. A rede pública, porém, ainda não tem calendário para o início das aulas presenciais e, antes dessa programação, os professores pregam aviso que, retorno ao trabalho, somente com a vacinação.