quinta-feira, 23 de julho de 2020

Setor de serviço teme aumento de impostos com a reforma tributária apresentada pelo governo federal

A proposta de reforma tributária apresentada no Congresso prevê a unificação de dois impostos federais: PIS e Cofins. A medida, considerada em linha com iniciativas de simplificação tributária, acendeu o sinal de alerta no setor de serviços, que teme aumento da carga de impostos.
reforma-tributaria-o-que-e-730x487-2
De acordo com especialistas, vários subsetores de serviços pagam o equivalente a 3,65% da receita bruta de PIS e Cofins. Com a mudança, o percentual subiria para 12%.
O argumento é que a medida proposta pelo governo faz sentido para a indústria, porque o setor recolhe os dois tributos de uma maneira que garante créditos em cada etapa de produção, o que não acontece para o segmento de serviços, que tem na mão de obra seu principal custo.
Pelo projeto do governo, todas as empresas passariam a ser tributadas pelo sistema não cumulativo, que prevê créditos nas compras de insumos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário