segunda-feira, 20 de julho de 2020

Promotor pede suspensão de lei que autoriza empréstimos pela prefeitura do Crato

Promotor pede suspensão de lei que autoriza empréstimos
O Ministério Público do Ceará, por intermédio do promotor de Justiça Cleyton Bantim da Cruz, pediu a suspensão de uma lei municipal que autoriza a Prefeitura de Crato a contrair empréstimos.
109746653_3125870757506631_5142518933979235724_n.png?_nc_cat=104&_nc_sid=8024bb&_nc_eui2=AeFHBwqUCHB2ugDmO4iPjh2B_lL7nXDB74r-UvudcMHvio5KFQ2iW2uUf1MZ3md_6NGJjQt_uFyylueACupKT5_H&_nc_ohc=CFJrOlU-hz4AX-yJ5Wk&_nc_ht=scontent.fjdo10-1

Segundo o promotor, os trâmites previstos em lei não foram completamente seguidos. Isto porque os projetos aprovados pela Câmara Municipal somente continham os valores da operação financeira, sem detalhamento sobre a destinação dos recursos.
A atuação do MPCE foi possível após denúncias de opositores ao prefeito cratense, Zé Aílton Brasil, entre eles o médico Aloísio Brasil, pré-candidato a prefeito. “Nãos e justifica uma gestão municipal buscar um empréstimo de R$ 30 milhões. Principalmente quando não apresenta (...) informações básicas sobre a operação de crédito pretendida”, questiona o médico.
Jornal do Cariri

Nenhum comentário:

Postar um comentário