quarta-feira, 24 de junho de 2020

PCCE deflagra operação contra grupo criminoso com atuação no Sertão Central

Uma operação deflagrada pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) resultou nos cumprimentos de sete mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão, na manhã desta terça-feira (23). As investigações foram coordenadas pela Delegacia Regional de Quixadá, que investiga integrantes de uma organização criminosa com atuação na região do Sertão Central do Estado. As ações ocorreram nas cidades de Quixadá, Choró e Maracanaú e tiveram o apoio do Departamento de Polícia Judiciária do Interior Sul (DPJI-Sul) e do Departamento de Polícia Judiciária Metropolitana (DPJM).
As apurações iniciaram em novembro do ano de 2019, após a prisão de Francisca Mairla Pereira dos Santos (21), na cidade de Choró – Área Integrada de Segurança (AIS 20) do Ceará. Na ocasião, as equipes policiais verificaram o envolvimento da mulher com grupos criminosos que tinham o apoio de comparsas em Fortaleza e em Maracanaú. De posse dos indícios colhidos durante as investigações, a Delegacia Regional de Quixadá representou pelos mandados junto à Vara de Delitos de Organizações Criminosas, que deferiu os pedidos feitos pela Polícia Civil.
Com isso, os policiais civis saíram em diligência na manhã de hoje no intuito de cumprir as decisões judiciais. O companheiro de Francisca Mairla foi preso hoje, na cidade de Choró. Francisco José Nunes da Silva (21), conhecido por “Zezinho”, foi capturado por força do mandado de prisão preventiva por integrar organização criminosa. O indivíduo, que já possui antecedentes criminais por roubo e corrupção de menores, foi conduzido por uma equipe da Delegacia Regional de Quixadá e agora se encontra à disposição da Justiça.

Mandados de busca e apreensão

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos três municípios. Em todos, a Polícia Civil colheu indícios que subsidiarão a continuidade dos trabalhos investigativos. Em Maracanaú, os policiais civis do 20° Distrito Policial diligenciaram até o imóvel de um dos alvos, no bairro Pajuçara, onde foram encontradas uma pistola, um revólver, 90 munições, celulares e materiais utilizados para a recarga dos cartuchos.
Durante a ação, o proprietário do armamento apresentou documentos para comprovar que ele se tratava de um atirador esportivo. No entanto, as armas e munições foram apreendidas para o aprofundamento das investigações por parte da Polícia Civil.

Denúncias

A população pode ajudar no trabalho da Polícia, repassando informações que ajudem na localização de integrantes da organização criminosa. As denúncias podem ser feitas pelo telefone (88) 3445-1047 da Delegacia Regional de Quixadá ou para o WhatsApp da unidade policial (88) 98821-6771, por onde podem ser enviadas fotos e vídeos. O sigilo e o anonimato são garantidos.
SSPDS-CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário