sábado, 30 de maio de 2020

Aulas da rede pública de ensino não têm data para recomeçar no Ceará

A Secretaria da Educação do Ceará (Seduc) relatou que as aulas presenciais na rede pública não têm data para retornar. Com o plano de retomada da economia estadual lançado nesta quinta-feira (28), a pasta está em estágio de planejamento e aguarda orientações do Governo do Estado.

 Ceará é 1º lugar no Nordeste em número de estudantes que chegam ao Ensino Médio na idade certa

“[A Seduc] está ouvindo todas as pessoas envolvidas no processo para uma retomada coerente e segura, respeitando as normas sanitárias orientadas pela Secretaria Estadual da Saúde”, informou por meio de nota.

A pasta da Educação também colhe informações com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) para avaliar experiências em outros estados e países. Na rede pública, uma proposta escolar é cumprida pelos alunos em casa sem antecipação de férias.

A flexibilização do isolamento social tem início nesta segunda (1º) com período de transição – com 17 segmentos autorizados a funcionar. Depois, virão quatro etapas. A ala do ensino está na última fase do projeto.

“As escolas estão na quarta fase, é a última. Ou seja, vai ser lá em julho o retorno dessas atividades, isso a partir de uma avaliação de cada etapa dessas que serão implementadas aqui no Ceará”, explicou o governador Camilo Santana (PT).

Apesar da transição das cadeias produtivas ter uma duração estipulada de sete dias, o avanço à fase 1 dependerá de três critérios: ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), número de casos confirmados do novo coronavírus e índice de óbitos.

Os quesitos precisam apresentar tendência decrescente para uma nova fase ser instaurada – e cada uma envolve mais cadeias produtivas livres para atuar, sempre com 14 dias de análise. Caso não se confirme o movimento, os processos de reabertura estacionam ou retrocedem.
 
 
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário