Páginas

Facebook

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

SANTANA DO CARIRI: Menina Benigna: Diocese Do Crato Realizará Distribuição De Relíquias Nesta Quinta, 21.

 



1_whatsapp_image_2021_10_20_at_13_18_51-17306306

Distribuição será na Igreja Matriz de Santana do Cariri durante a missa das 19 horas. Cada devoto poderá receber um item(foto: Guilherme Carvalho/Especial para O POVO)

A Diocese do Crato realizará, na noite desta quinta-feira, 21, a distribuição de relíquias de terceiro grau de Benigna Cardoso da Silva, que será a primeira beata do Ceará. A cerimônia faz parte da romaria da Menina Benigna, que ocorre anualmente na cidade de Santana do Cariri. Ao todo, serão distribuídos 18 mil santinhos que contêm pedaços do tecido que envolvia os restos mortais da menina na missa das 19 horas, na Igreja Matriz de Santana do Cariri. 

A data do dia 21 marca o batismo da Menina Benigna, que ficou conhecida como heroína da castidade após ser brutalmente assassinada aos 13 anos por se negar a ter relações sexuais com um garoto de sua idade que a importunava. A beatificação da Menina Benigna estava prevista para outubro de 2020, mas foi adiada por conta da pandemia. Agora, a expectativa é que a cerimônia possa ocorrer no ano que vem.

Com relação às relíquias, cada devoto poderá receber um item. Fiéis que não puderem ir até Santana do Cariri poderão receber a relíquia via correios, o envio será responsabilidade da Diocese do Crato. Apesar de serem itens gratuitos, as solicitações só poderão ser enviadas mediante ajuda financeira de forma a cobrir o valor do envio.

 Padre Thiago Henrique, responsável técnico pelas relíquias, explica que as pessoas que solicitarem receberão informações sobre a relíquia e como ela foi preparada. "A relíquia não é vendida de forma alguma, mas é necessária a colaboração e a conscientização das pessoas que a causa tem gastos de envio e de confecção. Então, qualquer lugar do Brasil e do mundo poderá solicitar entrando em contato com os meios da diocese, como e-mail ou redes sociais, meios que remetem à Diocese do Crato”, pontua.

De acordo com o padre, a relíquia representa a própria pessoa, porque “onde está a relíquias, está o santo''. No caso de Benigna, onde a relíquia dela estiver, ela também estará presente fisicamente. “Então, representa o céu diante dos nossos olhos, com os nossos olhos”, completa. Ainda, para a fé católica existem três tipos de relíquias, sendo classificadas em relíquias de primeiro grau, segundo grau e terceiro grau.

As relíquias de primeiro grau correspondem às partes dos ossos ou do corpo do santo ou beato. As de segundo grau são objetos pessoais, como roupas e terços. Já as de terceiro grau são panos e tecidos que envolvem o corpo do santo ou do beato durante a sua preparação.

1_whatsapp_image_2021_10_20_at_13_18_50-17306413
Distribuição vai acontecer na Igreja Matriz de Santana do Cariri durante a missa das 19 horas. Cada devoto poderá receber um item (Foto: Divulgação)


"Heroína da Castidade"

Benigna Cardoso da Silva foi assassinada de forma brutal no dia 24 de outubro de 1941, quando tinha apenas 13 anos de idade. O responsável por sua morte foi Raimundo Alves Ribeiro, conhecido como Raul. Na ocasião do crime, o agressor emboscou a jovem enquanto ela ia buscar água no poço e a esfaqueou com golpes de facão.

A motivação da fúria do criminoso teria sido o fato de Benigna ter se recusado a manter relações íntimas e amorosas com ele. O crime chocou os moradores de Inhumas, distrito em que a menina morava, situado no município de Santana do Cariri. Os golpes atingiram a mão direita da menina, os rins, a testa e o pescoço, quase a degolando.

Religiosa e temente a Deus, a "Menina Benigna", como ficou conhecida, passou a ser vista como "Heroína da Castidade" na região, uma vez que moradores associaram sua morte diretamente à recusa sexual. Mesmo ainda não sendo oficialmente reconhecida como Santa, os fiéis de Santana do Cariri até hoje a tratam dessa forma, a ponto de rezarem pela sua intercessão e a visitarem seu túmulo.


      BLOG DO AMAURY ALENCAR O POVO