Páginas

Facebook

quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Lideranças De Correntes Internas Do PT Discutem, Nesta Quarta, Candidatura Própria Ao Governo Do Estado.

 



image



Lideranças de diferentes correntes internas do PT e representantes do movimento sindical se reúnem, nesta quarta-feira, a partir das 19 horas, na sede da Executiva Regional, em Fortaleza, para discutir o lançamento de uma candidatura própria à sucessão do Governador Camilo Santana. A tese vem sendo defendida como estratégia para fortalecer a campanha do ex-presidente Lula no Ceará.


A reunião é articulada pelo deputado federal José Airton Cirilo e pela deputada federal Luizianne Lins que querem o rompimento da aliança com o PDT e a apresentação, em 2022, de um candidato próprio ao Governo do Estado. A menos de um ano da eleição, José Airton e Luizianne fazem fortes restrições, diante da possibilidade de manutenção da aliança com o PDT, ao nome do ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.


Tanto Luizianne quanto José Airton não escondem a rejeição ao modelo político e administrativo adotado pelo ex-prefeito Roberto Cláudio. O ressentimento nasceu nas eleições de 2012 quando Luizianne foi derrotada ao apresentar, como candidato à sucessão, o então Secretário de Finanças, Elmano Freitas, atual deputado estadual e dos defensores da aliança com o PDT.

Na contramão do movimento puxado por José Airton e Luizianne, estão o Governador Camilo Santana e o deputado federal José Nobre Guimarães que trabalham para fortalecer a aliança com o PDT que tem a liderança dos irmãos Cid e Ciro Gomes. Camilo e Guimarães tem a maioria dos membros do Diretório Estadual que decidirão os rumos do PT nas eleições de 2022.


O PT , segundo José Airton, não pode ser colocado na condição de sublegenda. “Temos a responsabilidade de oferecer a Lula um palanque leal e forte no Ceará, onde ele é amado por tudo que fez pelo nosso povo. Precisamos apresentar ao Ceará um projeto coerente com a reconstrução do Brasil que será comandado pelo presidente Lula. E devemos conversar com as forças políticas dispostas a abraçar esse projeto”, disse José Airton, que colocado o nome à disposição do PT para uma eventual candidatura ao Palácio da Abolição.


(*) Com informações da Assessoria de Imprensa do deputado José Airton Cirilo