Páginas

Facebook

quarta-feira, 11 de agosto de 2021

Integrantes da Mesa Diretora da Asembleia Legislativa do Ceará, reúnem-se para definir data das sessões.

 


Presidente Evandro Leitão anunciou que a reunião teria como assunto principal a realização de sessões ordinárias. Foto: Miguel Martins.



A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Ceará deve se reunir nesta quarta-feira (11) para definir o funcionamento das sessões ordinárias da Casa. Em entrevista coletiva na semana passada, o presidente da Mesa Diretora, Evandro Leitão (PDT) chegou a afirmar que a realização de duas plenárias a cada semana seria possível.

Atualmente, as sessões ordinárias têm ocorrido de forma híbrida somente às quintas-feiras, e alguns parlamentares têm reclamado a falta de maior participação nos debates para se discutir o dia a dia da população. A redução no número de plenárias se deu por conta da pandemia do novo coronavírus, que levou o Legislativo a adotar medidas de segurança sanitária.

O tema concurso público também deve entrar na pauta da reunião, já que o presidente da Casa definiu o dia 7 de novembro como data para realização das provas do certame. Outro assunto que deve ser colocado no encontro diz respeito ao comportamento dos parlamentares durante as sessões.

Na semana passada, Evandro Leitão teve que intervir para evitar consequências mais desagradáveis com a discussão entre seus colegas deputados Sérgio Aguiar (PDT) e Romeu Aldigueri (PDT) que chegaram a trocar acusações após os resultados das eleições suplementares em Martinópole, que geraram manifestações, consideradas abusivas por Romeu.

Na sexta-feira (6), a Assembleia Legislativa prorrogou o ponto facultativo na Casa até o dia 22 de agosto. A medida considera “o quadro de excepcional emergência na saúde pública, que exige medidas de natureza mais restritiva para conter a propagação e infecção humana pelo novo Coronavírus (Sars-CoV-2)”.

A Portaria se apoia no artigo 12 do ato da Mesa Diretora nº 01/2021, que dispõe sobre procedimentos para fins de prevenção à infecção e propagação do novo coronavírus no âmbito da Assembleia Legislativa do Ceará, mesmo com quase todos os deputados já imunizados.


                                Edson Silva