Páginas

Facebook

segunda-feira, 5 de julho de 2021

Semana marca despedida de Dom Gilberto da Diocese de Crato.

 





Nas primeiras horas deste dia 4 de julho, sob a atmosfera espiritual da solenidade dos apóstolos São Pedro e São Paulo, Dom Gilberto Pastana presidiu a última missa dominical na Catedral de Nossa Senhora da Penha, em Crato, antes de assumir o governo pastoral da Arquidiocese de São Luís (MA). A cerimônia que o apresentará ao povo está marcada para o dia 18.

À Igreja Catedral, chegou com a simpatia e acolhida que lhe é própria. Na procissão de entrada, recebeu o afeto filial dos fiéis e retribuiu a recepção com acenos. A celebração foi liberada para cinquenta por cento da capacidade dos bancos, conforme o atual decreto do Governo do Ceará. Entre os fiéis, estavam representantes dos ministros extraordinários da Comunhão, da Associação Amigos do Seminário, do Encontro de Casais com Cristo (ECC) e da Comunidade Proelium.

Em nome da comunidade paroquial, a coordenadora geral da Congregação das Filhas de Santa Teresa de Jesus, cuja sede está no território da Paróquia da Penha, proferiu mensagem de agradecimento na qual destacou as atividades pastorais empreendidas por Dom Gilberto “no sustento humano-espiritual às pastorais, movimentos, serviços, organismos e instituições”. Ela também fez referência às “ações corajosas e proféticas” principalmente no auge da pandemia da Cobid-19 e à atenção dispensada aos migrantes venezuelanos.

A missa durou cerca de duas horas. Dom Gilberto foi presenteado com uma Imagem da Mãe do Belo Amor estampada em cerâmica e um quadro em que ele aparece paramentado com a mitra dada pelo Papa Bento XVI à época do centenário da Diocese (2014).

<< à esquerda, presente ofertado pelos funcionários e colaboradores da Catedral; ao centro, Madre Vera Lícia proferindo mensagem de agradecimento; à direita, quadro presenteado pela Comunidade Paroquial e levado ao altar pelos jovens, “extensão do pastoreio de Dom Gilberto”, segundo Padre José Vicente.>>

“Na continuidade do tempo, quem sabe, nós receberemos a visita de Dom Gilberto e, quem sabe, ele celebrará conosco outras vezes. No âmbito de todo o território diocesano as vozes são unânimes em agradecer a Deus e ao senhor por sua presença aqui. Fica aquele misto de tristeza e de saudade, mas também de uma sincera alegria porque o senhor vai assumir uma nova missão que lhe foi confiada pelo Santo Padre”, disse o cura e pároco da Sé Catedral, Padre José Vicente Pinto, que concelebrou a missa junto ao vigário paroquial, Padre Francisco José, sob a assistência dos diáconos Ubiracildo Almeida e Cristiann Huyghens.

Cúria Bom Pastor

Na sexta (2), padres, funcionários e colaboradores da Cúria Bom Pastor de Crato renderam graças a Deus pelos cinco anos do pastoreio de Dom Gilberto na missa que habitualmente é rezada às sextas-feiras na Capela do Palácio Episcopal antes de iniciarem o expediente. Também foi última celebração presidida por Dom Gilberto. O Palácio Episcopal é a sede da Cúria Diocesana e está localizado no centro de Crato.

Durante a homilia, sem adotar tom de despedida, pediu à assembleia reunida que sempre busque avançar no propósito de pensar as atividades em comunhão, participação e planejamento no anúncio e no testemunho de Cristo.

“Eu fui apenas mais um elemento nessa continuidade. Apesar do pouco tempo, nós temos muitas condições na Diocese de Crato para avançar, assumindo as graças que Deus nos deu. Gratidão em nós acreditarmos em mudança quando todos nós nos envolvemos. Nossa grande missão é evangelizar o povo de Deus para que pense, para que se organize. Obrigado e Deus abençoe”, disse.

No decurso da celebração, Dom Gilberto foi presenteado pela Prefeitura do Crato com o quadro de uma bicicleta, que representa um de seus hobbies. Os funcionários e colaboradores da Cúria também o presentearam com um fluxograma e uma gravura esculpida em madeira do Palácio Episcopal, em cuja parede agora está afixada uma placa que sinaliza sua reabertura em outubro de 2020, quando completou 80 anos de construção.

A Cúria é o corpo administrativo que ajuda o bispo no exercício de seu pastoreio, não apenas no sentido de governar, mas de fomentar obras de apostolado e de evangelização. Em sua sede, por exemplo, estão as salas do Economato (setor financeiro e contábil), da Chancelaria (para despachos de documentos oficiais), do Departamento Histórico (que guarda as memórias da Diocese), da Pastoral da Criança, da Associação Amigos do Seminário, dentre outras.

Agenda

Nesta segunda-feira, 5 de julho, Dom Gilberto abrirá o retiro do Clero Diocesano, no Centro de Expansão Dom Vicente Matos, localizado no bairro Granjeiro, em Crato. O retiro será concluído na quinta (8) com a Missa da Unidade – ou dos Santos Óleos, na Igreja Catedral. A celebração não será aberta aos fiéis. Estes podem acompanhá-la, no entanto, pelas redes sociais da Diocese de Crato e pelos canais da TV Catedral da Penha e da TV Web Mãe das Dores no YouTube. Dom Gilberto viaja para São Luís na manhã do dia seguinte.

foto:Acessoria de comunicação da diocese de Crato.