Páginas

Facebook

quarta-feira, 28 de julho de 2021

Missão Velha: vereador é acusado de compra de voto para candidata Fitinha; ouça áudio.

 


Missão Velha: áudio revela vereador em suposta comprar voto para a candidata Fitinha (Foto: Reprodução)
Missão Velha: áudio revela vereador em suposta comprar voto para a candidata Fitinha (Foto: Reprodução)

A poucos dias das eleições suplementares de Missão Velha, vazou na manhã desta quarta-feira, 28, áudio no qual o vereador Juarez Barros Landim (MDB) faria negociação para uma suposta compra de voto para a candidata Fitinha (PT). O pleito acontece no próximo domingo, 1º de agosto.

Um Boletim de Ocorrência (B.O.) foi registrado na tarde desta terça-feira (27). Na denúncia, a pessoa denunciante relata que, ao falar de uma dívida sua para com o parlamentar, teria recebido a proposta da quitação em troca do voto na candidata petista. A conversa entre ambos teria acontecido no último dia 25 de julho, por meio do aplicativo WhatsApp. O noticiante disse no B.O. ter recusado a proposta.

“Você vai ficar com esse dinheiro aí que eu lhe dei. Você vai ficar com esse dinheiro. Você pode trabalhar para Lorim, você pode postar foto de Lorim, pode postar foto do 12. E, no dia da eleição, vote no 13, filme e me mostre. Você pode ir de amarelo no dia da eleição, pode botar bandeira, mas você vai ficar com esses R$ 250, você não vai me dar e vai filmar votando no 13. E fica só por aqui. Pode ter certeza que aqui não sai, não”, diz a mensagem em áudio que seria do parlamentar.  

Confira: 

A reportagem tentou contato com Fitinha e com o vereador supostamente envolvido no caso para falar sobre o ocorrido, mas ainda não obteve respostas. Em Missão Velha, o parlamentar é apoiador da candidatura da petista. Em 2020, ele esteve ativo na campanha do antigo cabeça de chapa Dr. Washington Macedo (MDB), que teve o registro de candidatura indeferido por improbidade administrativa. 

Logo após o caso, o adversário da petista, Dr. Lorim (PDT), promoveu uma campanha nas redes sociais chamada "Voto certo é voto limpo". Em vídeo publicado pelo pedetista, um locutor fala: "Em uma eleição, a compra e venda de votos é crime eleitora. Quem vende seu voto, em vez de ganhar uma boa grana, acaba ganhando um dinheiro sujo. E o pior, perde a chance de votar por um futuro melhor". 

 A população de Missão Velha deve retornar às urnas no dia 1º de agosto para a realização de eleições suplementares. O pleito, no entanto, coloca de lados opostos candidatos que representam partidos aliados no Ceará: PT e PDT. O caso ganha ainda mais destaque pelos padrinhos políticos que entraram na disputa local, mas que tem reflexos nacionais: Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Ciro Gomes (PDT). Ambos gravaram vídeos para seus respectivos prefeituráveis. 


                           O POVO