Páginas

Facebook

quinta-feira, 15 de julho de 2021

Decreto suspende entrada de veículos de fiéis e comerciantes para romaria dos 87 anos da morte de Padre Cícero, em Juazeiro do Norte.

 






image

                                                         foto Lícia Maia 


Em comunicado oficializado pela Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores nesta quinta-feira (15), foi informado que durante a Romaria pelos 87 anos da morte do Padre Cícero Romão, conforme decreto da Prefeitura de Juazeiro do Norte, publicado na quarta-feira (14), fica suspensa e a entrada de ônibus ou veículos trazendo comerciantes e fiéis a cidade. A medida fica válida a partir deste sábado (17), e se estende até a próxima terça-feira, 20 de julho.

Em nota, a Basílica Santuário afirma que, embora dura, foi a única forma encontrada pelo poder público para diminuir a disseminação da Covid-19, que neste município já contaminou mais de 33 mil pessoas, das quais 623 perderam suas vidas.

“É grave o perigo de contaminação. E é maior ainda em se tratando de aglomeração de pessoas. Por isso, propomos orientações em atenção ao que pede o Decreto Municipal e para o bem do povo de Deus”, aconselham.

  • A romaria continua em formato exclusivamente virtual, através da TV WEB Mãe das Dores, com programação pensada especialmente para fazer memória ao padrinho;
  • A Basílica Santuário Nossa Senhora das Dores e a Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro ficarão abertas, mas para as missas só poderão participar a quantidade de fiéis referente a 30% da capacidade das Igrejas, que devem obedecer aos protocolos já conhecidos: uso obrigatório de máscara, álcool em gel e distanciamento social;

“Nesta hora de provação, lembrem-se dos ensinamentos do nosso Padre Cícero Romão, que sempre foi obediente às autoridades civis e a Santa Igreja Católica Apostólica e Romana. Permaneçam então em suas casas, rezando em sintonia conosco e pedindo a Deus para que a vacinação seja agilizada. Com mais pessoas imunizadas, poderemos retomar as romarias presenciais. Rezem também por todas as vítimas deste vírus, pelas autoridades governamentais, pelos profissionais de saúde e por nós, sacerdotes, para que, iluminados pelo Espírito Santo, encontrem sempre as melhores soluções.”, completa a nota.


                                                                            ( Badalo)