Páginas

Facebook

quinta-feira, 29 de julho de 2021

Com vasta programação Campos Sales celebra hoje 122 anos de Emancipação Politica.

 



Hoje, dia 29 de julho, o município de Campos Sales, terra abençoada por Nossa Senhora da Penha  completa 122 anos de emancipação política. Para o dia do município  está preparada uma vasta programação com   Hasteamento da Bandeira  as 8 da manhã, 9 horas acontecerá  Assinatura de ordens de serviços  no paço municipal, em seguida acontece  a Premiação dos Desportistas do  Desafio Além do Limite , também no paço municipal. A programação será encerrada  as 18 horas com  Missa Campal em homenagem ao aniversario da cidade no Patamar da Igreja Matriz.


Fotos  Daniel Laureano


O prefeito João Luiz  afirmou que vive a data com muita emoção e que se sente orgulhoso em gerir o municipio em uma data tão especial e que sua gestão preparou com todo carinho e empenho uma vasta programação que perdurou por toda semana, com foco na valorização da cultura, história e principalmente do povo  de Campos Sales.


No município de Campos Sales está encravada famosa fazenda que pertenceu, outrora, a D. Bárbara Pereira de Alencar, grande heroína cearense, que esteve presa em 1817, por haver participado do movimento revolucionário do então D. Bárbara foi encarcerada em várias prisões, de Fortaleza à Bahia. Envelhecida, acabrunhada pelos sofrimentos, terminou os dias na velha fazenda, chamada Touro, aos 67 anos de idade. Registram as crônicas que a heroína asilou-se na sua propriedade rural, temendo a revolução chefiada por Pinto Madeira.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Campos Sales , pela lei estadual nº 530, de 29-07-1899, desmembrado de Assaré. Sede na povoação de Nova Roma atual Campos Sales. Constituído do distrito sede. Instalado em 27-10-1899.

Campos Sales, um núcleo urbano que cresce ao redor da fazenda Várzea das Vacas, e que consolidou-se como centro comercial devido a sua proximidade com o Piauí.

O  território de Campos Sales pertenceu ao então município de Brejo Seco, hoje Araripe, e o seu povoamento resultou de imensas fazendas de cria, situadas às margens de excelentes ribeiras em terras de conhecida fertilidade para o labor agrícola.