Páginas

Facebook

sábado, 19 de junho de 2021

Decreto em vigor permanece sem alterações e região do Cariri continua com regras mais rígidas.

 



O Ceará não avança na flexibilização das atividades econômicas e não haverá mudanças no decreto em vigor na próxima semana. A informação foi dada pelo governador Camilo Santana (PT), na noite desta sexta-feira (18). A região do Cariri segue com regras mais rígidas.

O novo decreto começa a valer a partir de segunda-feira (21). O toque de recolher permanece das 23h às 5 horas. De acordo com Camilo, os números mostram estabilidade, mas ainda é necessário ter cautela. 

“O Comitê, por prudência e precaução, decidiu permanecer a situação anterior. Mantém, inclusive o Cariri com mais restrições”, disse. Camilo afirmou que entrará em contato com os setores econômicos para dialogar sobre a decisão. 

O secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto, afirmou que houve uma queda significativa do percentual de exames no Ceará. Na contramão, na região do Cariri a situação ainda é preocupante e há tendência de redução da transmissão da doença, mas ainda 56% dos exames dão positivo para o coronavírus, o que representa um índice alto.

“A cada 100, somente 17 estão sendo positivos. O que significa que a transmissão viral diminuiu no Ceará, mas, quando nós analisamos o Cariri, ainda está alta”, disse. 

Cabeto destacou que ocorre uma redução grande do número de atendimentos em Unidades de Pronto Atendimento (Upas) e queda de ocupação Upas e Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) em hospitais públicos, privados e internações em enfermarias. 

Decreto

No decreto que está em vigor houve a liberação para o retorno das aulas presenciais do Ensino Médio de escolas públicas e privadas, além da abertura de bibliotecas, museus e cinemas. As flexibilizações valem para quase todo o Ceará, exceto para a Região do Cariri.

+Confira algumas das medidas em vigor:

  • Templos religiosos e academias podem funcionar com a mesma capacidade de público
  • Abertura dos espaços esportivos, como as Areninha
  • Toque de recolher das 23h às 5h
  • Autorizada a abertura de bibliotecas, museus e cinemas
  • Liberação de aulas em todos os anos letivos do ensino médio
Decreto-1-768x432