Páginas

Facebook

terça-feira, 15 de junho de 2021

CPI DA COVID : Aziz diz que tomará providência se Wizard se recusar a depor.

 



.com/images/

Wizard é suspeito de integrar o gabinete paralelo

REPRODUÇÃO/FACEBOOK

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), afirmou nesta terça-feira (15) que vai tomar providências caso o empresário Carlos Wizard se recuse a comparecer ao colegiado na próxima quinta-feira (17).

Convocado para comparecer à CPI, Wizard pediu para depor por videoconferência ao alegar que está nos Estados Unidos desde o dia 30 de março em viagem, acompanhando tratamento médico de familiar.

 Ao responder a manifestação do advogado de Wizard, Aziz afirma que o empresário se recusou a receber a intimação. “Esclareço que aqueles que forem formalmente intimados e se recusarem a depor perante esta CPI terão sua solicitação intimada ao juiz criminal da localidade em que residem”, disse Aziz. Ele afirma que a condução pode ser feita à força.

Wizard é suspeito de integrar o gabinete paralelo de aconselhamento do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia. A CPI investiga o quanto o gabinete influenciou o presidente com opiniões contrárias à ciência e que atrapalharam no combate à pandemia

                                     R7