Páginas

Facebook

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Mais de 270 mil cearenses ainda precisam entregar a declaração do IR.

 




























Os contribuintes cearenses precisam ficar de olho no prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2021 que termina no dia 31 de maio. De acordo com a Receita Federal, mais de 270 mil cearenses ainda precisam entregar o documento. O órgão espera receber um total de 711 mil declarações dos cearenses e destas, 440 mil já foram enviadas.

Neste ano há uma novidade: quem recebeu o auxílio emergencial e teve outros rendimentos tributáveis, no ano passado, em valor anual superior a R$ 22.847,76 também vai precisar declarar. Os trabalhadores que receberam complementação do governo por meio do programa de preservação de empregos (BEm), para redução de salário ou suspensão de contrato de trabalho, também devem declarar os rendimentos.

Já quem recebeu o auxílio emergencial em algum momento de 2020 sem que se enquadrassem nos critérios estabelecidos para receber o benefício deve devolver o dinheiro. Ao todo, cerca de 3 milhões de contribuintes, de um total de 68 milhões de brasileiros que receberam o benefício, terão que ressarcir os cofres públicos, segundo informações da Receita Federal. No Ceará, 88.546 contribuintes cearenses devem devolver o benefício recebido indevidamente.

Restituição

Pelas estimativas da Receita Federal, 60% das declarações terão restituição de imposto, 21% não terão imposto a pagar nem a restituir e 19% terão imposto a pagar. Assim como no ano passado, serão pagos cinco lotes de restituição. Os reembolsos serão distribuídos nas seguintes datas: 31 de maio (primeiro lote), 30 de junho (segundo lote), 30 de julho (terceiro lote), 31 de agosto (quarto lote) e 30 de setembro (quinto lote). As datas não mudaram, mesmo com o adiamento do prazo de entrega da declaração.