Páginas

Facebook

segunda-feira, 17 de maio de 2021

DIA 5 DE JUNHO COMEMORA-SE A NÍVEL PLANETÁRIO O 'DIA INTERNACIONAL DO MEIO AMBIENTE", PACUJÁ TEM O QUE MOSTRAR E COMEMORAR!

 
















A data foi estabelecida pela ASSEMBLÉIA GERAL DA ONU em 15 de Dezembro de 1972, durante a CONFERÊNCIA DE ESTOCOLMO, QUE TRATOU DO TEMA Meio Ambiente, foi durante esta Conferência que aprovou o PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O MEIO AMBIENTE. O objetivo foi conscientizar mundialmente a população sobre a importância ambiental, do equilíbrio global em prol das atuais e futuras gerações.
O Município de Pacujá ousou e inovou nas questões ambientais e sua mais audaciosa ação em prol do Meio Ambiente foi a SUBSTITUIÇÃO do "nim indiano, árvore exótica da Índia" dos espaços públicos do município que deram lugar para incorporação das ÁRVORES NATIVAS DA CAATINGA e algumas FRUTÍFERAS adaptadas tendo em vista a grande variedade de aves e insetos polinizadores que necessitam dessas espécies.
A criação e implantação do PROJETO JOVENS AMBIENTALISTAS DE PACUJÁ é um marco nessa marca importante em prol do Bioma Caatinga, os ATORES vindo das escolas públicas municipais composto por CRIANÇAS e ADOLESCENTES são o referencial dessa jornada vitoriosa e hoje, podemos comemorar este feito louvável em benefício do Meio Ambiente.
A consequência das ações desses atores foram a criação de 4 MANCHAS VERDES URBANAS DO BIOMA CAATINGA sendo a 1ª em frente ao Estádio Municipal Pueirão que é referência para o Semiárido, a 2ª em frente a EEF João Lopes de Oliveira e a 3ª na EEI Maria Édna que inovou com a criação de um pomar. 
A Educação Ambiental trabalhada junto a comunidade escolar teve efeito imediato, a mudança cultural em prol do Meio Ambiente foi saudado como a mais preciosa das conquistas, a partir daí moradores começaram a substituir o nim indiano pelas nativas da Caatinga com destaque para o Ipê em várias cores. Pátio da EEF São João Batista e da Secretaria de Educação tiveram intervenção direta com a ação dos Jovens Ambientalistas assim como as praças públicas, hoje reinam as Árvores Nativas do Bioma Caatinga.
O Município promoveu aulas de campo, palestras educativas, mini oficinas, caminhadas, concursos de cartazes entre alunos em prol do Meio Ambiente com o irrestrito apoio da SEMA - SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE DO CEARÁ através do PATROCÍNIO de materiais educativos, cartazes, bonés, camisas, sacolas, garrafinhas para água, etc., coroando de êxitos dezenas de ações realizadas nesses últimos 3 anos e 10 meses.
A geografia local da cidade mudou em vários pontos com a plantação de Árvores Nativas do Bioma Caatinga, o verde é visível deixando os residentes e visitantes felizes, é o Município de Pacujá trabalhando em prol do seu povo, da sua cultura e protegendo acima de tudo o BIOMA CAATINGA onde moram e vivem, esse é um memorável feito, destaca o ambientalista Jorge de Moura que lembra o árduo trabalho em prol da SERRINHA como UNIDADE ESTADUAL DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL, que será um dos maiores ganhos para o município de Pacujá e a Região Norte do Ceará oxalá para o Semiárido Nordestino.
A atual administração municipal, entendendo a importância do setor ambiental, dá continuidade às ações, o Prefeito Raimundo Filho está sensível ao trabalho em prol da melhoria do verde que interfere diretamente na melhoria da qualidade de saúde de seus munícipes.
As imagens abaixo, são da Mancha Verde Urbana do Bioma Caatinga em frente ao Estádio Municipal Pueirão.