sexta-feira, 30 de abril de 2021

Projeto Paulo Freire beneficia 35 famílias indígenas em Quiterianópolis

 















Na aldeia Fidelis, município de Quiterianópolis, os remanescentes do povo Tabajara desenvolvem atividades produtivas pelo Projeto Paulo Freire sem descuidar da preservação da cultura e das tradições dos próprios antepassados. A ação da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, em parceria do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), beneficia 35 famílias com investimentos produtivos em suinocultura, ovinocultura e avicultura e já investiu R$ 356.529,50.

No total, as famílias foram atendidas com a entrega de 2.970 animais, além da construção de 7 apriscos de 30 m2 e área livre 200 m2, 23 aviários com 12m2 e área de pastagem de 150 m2 e construção de pocilga coletiva de 147 m2 e área livre de 234 m2. Além disso, o projeto proporcionou a construção de uma cisterna de 8 mil litros, em incentivo à ovinocaprinocultura; e outra de 52 mil litros voltada à suinocultura.

“Antes do projeto, nós já tínhamos 33 matrizes e quando recebemos as cinco do projeto, conseguimos vender 15 daquelas que já tínhámos”, comenta os resultados do projeto Eleniza Tabajara. “Com a chegada do Projeto Paulo Freire, o povo Tabajara se conscientizou sobre o que significa trabalhar com políticas públicas”, complementa a beneficiária acompanhada pela Cáritas Diocesana de Crateús.

Nenhum comentário:

Postar um comentário