Páginas

Facebook

terça-feira, 20 de abril de 2021

Em debate na Câmara de Tauá, Cagece anuncia rescisão de contrato com firma responsável por obra de saneamento

 













Técnicos da Cagece anunciaram durante debate na sessão ordinária virtual da Câmara Municipal de Tauá, realizada hoje(19), a recisão contratual com a firma responsável pela 2ª etapa das obras de saneamento básico em vários bairros da cidade. 

A qualidade dos serviços foi questionada pelo Presidente Hélder Castelo após visitas feitas ao Bairro Aldeota e ouvir muitas reclamações dos moradores, que pediram também providências quanto aos constantes vazamentos registrados em várias ruas. Diante da situação, ele convidou representantes da Cagece para prestarem esclarecimentos.

Participaram da sessão por meio remoto, o Coordenador de Obras do Interior, Leandro do Carmo Souza e o engenheiro fiscal da obra, Alessandro Bessa Monteiro, que reconheceram as falhas na execução dos serviços, mas disseram que os vazamentos não foram ocasionados pelos serviços em andamento e se colocaram a disposição para ajudar a desobstruir e limpar a tubulação e amenizar o problema. Também participaram, Arilete Barros Maia ( Coordenadora de Serviços Regional da Cagece); e Alan Cavalcante de Sousa  (Coordenador de Serviço Expansão Regional da Cagece).

Recisão contratual e multa

O Coordenador de Obras disse que desde o início do ano, após a Cagece identificar a incapacidade técnica e operacional da construtora, que executou apenas de 4% a 5% do projeto num intervalo de 8 meses, a firma foi notificações e multada, e depois do processo administrativo, optou por rescindir o contrato e para não atrasar ainda mais os serviços, contactou com as outras construtoras classificadas no processo licitatório, para que uma delas assuma o projeto, o que levará entre 60 a 90 dias. Leandro disse ainda que a 2ª etapa do saneamento de Tauá contempla 70% da cidade e está orçada em 14 milhões de reais, com previsão de conclusão para 2.022.

Além do Presidente Hélder Castelo, também fizeram questionamentos, os vereadores Marco Aurélio, Argintino Filho, Poliana Lima, Alaor Mota e Fúlvio Gonçalves, que também solicitaram a participação da Secretaria de Infraestrutura na busca de solucionar o problema dos esgotos a ceu aberto no Bairro Aldeota.

No final, Hélder Castelo disse que essa foi a sessão mais importante do ano por debater um problema tão sério e que requer das autoridades competentes providências urgentes.

Clique Aqui e veja as outras matérias da sessão 

Assista a sessão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Repórter Wilrismar Holanda