Páginas

Facebook

segunda-feira, 12 de abril de 2021

Centro de Fortaleza tem congestionamento e filas na reabertura das Lojas

 




















Ruas do Centro de Fortaleza congestionadas no primeiro dia de reabertura do comércio após lockdown. (Foto: Gabriel Borges/ O POVO)
Ruas do Centro de Fortaleza congestionadas no primeiro dia de reabertura do comércio após lockdown. (Foto: Gabriel Borges/ O POVO)

A semana no Centro de Fortaleza iniciou com cenário bastante diferente das anteriores. Esta segunda-feira, 12, marca o início da reabertura gradual do comércio e serviços após dois meses de isolamento social rígido no Ceará. Com a liberação, filas e congestionamento marcam a manhã nas vias centrais da Capital.

O POVO circula pelo Centro desde as 9 horas e presenciou a formação de filas em frente a algumas lojas. Os estabelecimentos podem abrir entre as 10 e as 16 horas, com limitação de 25% da capacidade de atendimento simultâneo. Ainda assim, alguns consumidores chegaram antes do horário e tiveram de esperar na rua.

A restrição da capacidade gera aglomerações em frente a cartórios e agências bancárias. Já o trânsito intenso e o fluxo lento de veículos são marcas do entorno da Praça José de Alencar e vias adjacentes.

Entre os pedestres, a desobediência ao uso obrigatório de máscaras é frequente e o distanciamento social é raro.

Veja como está a movimentação no Centro de Fortaleza nesta segunda-feira, 12:

Clique na imagem para abrir a galeria

O que pode e o que não pode

Comércios e serviços

- O comércio de rua e serviços, envolvendo estabelecimentos situados fora de shoppings, inclusive restaurantes, funcionarão das 10 às 16 horas, com limitação de 25% (vinte e cinco por cento) da capacidade de atendimento simultâneo. Foi dada, porém, possibilidade às prefeituras de optar por horário alternativo, de abertura do comércio de 7 às 13 horas.

- Os shoppings funcionarão das 12 às 18 horas, com limitação de 25% (vinte e cinco por cento) da capacidade de atendimento simultâneo.

- Nos shoppings deverá haver controle eletrônico nas entradas principais, informando em painéis a quantidade máxima permitida e a quantidade de pessoas naquele momento no local.

- Inclusão da quantidade de clientes, funcionários e demais colaboradores presentes simultaneamente na capacidade máxima de cada estabelecimento, em shopping ou comércio de rua.

Restaurantes

Restaurantes poderão abrir das 12 às 18 horas durante a semana, com 25% da capacidade. Já nos sábado e domingos, o esquema é de lockdown e só podem funcionar para entregas. 


Ampliação das escolas

Crianças de até três anos já podiam ir às escolas, com o novo decreto, estão autorizadas as aulas presenciais para as crianças de quatro e cinco anos da Educação Infantil e para o 1º e 2º ano do Ensino Fundamental, observada a limitação de 35% da capacidade.

Construção civil

Podem funcionar a partir de 8 horas.

Instituições religiosas

Igrejas e outros espaços religiosos poderão realizar celebrações presenciais, desde que observados o limite de 10% da capacidade.

Hotéis

- Estão autorizados a funcionar com 80% da capacidade.

- O uso dos apartamentos e quartos limitado ao máximo de três adultos ou dois adultos com três crianças.

- Os restaurantes de hotéis, pousadas e congêneres poderão funcionar, de segunda a sexta-feira, das 16h às 20h, bem como aos sábados e domingos, desde que exclusivamente para o atendimento de hóspedes. 

O que não vai reabrir

    • academias;
    • parques aquáticos;
    • barracas de praia;
    • cinemas;
    • museus e teatros, públicos ou privados    
                                                                          Jornal o Povo