terça-feira, 23 de março de 2021

Projeto desenvolve práticas educativas de incentivo à arte, cultura e saberes populares no Cariri

 












                                                  Foto Divulgação / Augusto Pessoa 


A Lei Aldir Blanc, dentre seus atributos, tem beneficiado o Cariri com diversas ações, sobretudo quando se fala no Território Cultural caririense. Um destes projetos é denominado “Povo e Território: práticas educativas relacionadas à lugares, memória e pertencimento no Cariri cearense”, realizado pelo Centro Pró-Memória de Barbalha Josafá Magalhães, tendo por parceiras diversas instituições da região, com objetivo de promulgar o entretenimento cultural e os saberes populares, por meio das plataformas digitais, durante a pandemia do novo coronavírus.

O projeto visa realizar diversas ações, tais como a produção de um documentário, desenvolvimento de obras e a realização de um evento virtual. São os seguintes produtos desta iniciativa:

  • Documentário sobre Pertencimento e Ancestralidades da Cultura no Cariri cearense, contando com a participação de cinco manifestações culturais locais: Banda Cabaçal São José, de Missão Velha; Grupo de Penitentes Irmandades da Cruz, de Barbalha; Reisado Arcanjo São Miguel, de Barbalha; Grupo de Maneiro Pau Mestre Chico Caboclo, de Crato; Maculelê do Terreiro Arte e Tradição, de Barbalha;
  • Livro científico com pesquisas que abordem a formação territorial do Cariri e seu aspecto cultural, em uma tiragem de 1.000 exemplares a serem distribuídos entre instituições públicas do Cariri;
  • Livro sobre o Patrimônio Edificado da Barbalha, em uma perspectiva de trabalhar a consciência patrimonial, em uma tiragem de 2.000 exemplares a serem distribuídos entre instituições públicas e instituições de preservação da memória e do patrimônio;
  • Evento: I Semana Povo e Território Cariri, em formato online, com transmissão pelo canal do YouTube da Escola de Saberes de Barbalha, contando com apresentações culturais em formato de lives, roda de conversas sobre a cultura local, seminário, oficinas e encontros com os mestres da cultura popular.

De acordo com a coordenação do projeto, a iniciativa já desenvolveu bons frutos, inclusive com a organização do evento, previsto para abril. “Convidamos toda população local e de mais localidades para acompanhar nossas ações e conhecer um pouco mais a riqueza cultural existente no Cariri cearense”, afirma.


São parceiras da iniciativa a Escola de Saberes de Barbalha, Instituto Currupio Povo Cariri (Barbalha); Escola de Saberes do Sítio Lagoa (Barbalha); Terreiro Arte e Tradição (Barbalha); UNAB (Barbalha); Sociedade dos Poetas de Barbalha; Engenho Velho (Barbalha); Associação de Moradores do Sítio Coité (Barbalha) e Escola de Saberes Ave Poesia (Assaré); AVBEM (Juazeiro do Norte).

Serviço

Povo e Território: práticas educativas relacionadas à lugares, memória e pertencimento no Cariri cearense

I Semana Povo e Território Cariri – 19 e 23 abril – Inscrições: Sympla

Seminário de Artes Cênicas – 27 de março – Inscrições: Sympla

Redes sociais: Instagram (@povo_e_territorio.cariri)


                                        Badalo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário