O vice-presidente Hamilton Mourão deu mostras de que não concorda com o presidente da República. O vice de Bolsonaro declarou que um ministro apenas se dedica a executar as decisões do presidente da República.

Mourão foi claro, ao dizer que Bolsonaro é o “responsável por tudo o que aconteça ou deixe de acontecer”.

Hamilton Mourão teceu comentários sobre a trágica troca do general Eduardo Pazuello pelo cardiologista Marcelo Queiroga no comando do Ministério da Saúde. A substituição foi anunciada, na segunda-feira (15), pelo presidente da República.

Jair Bolsonaro está sendo pressionado pelo momento mais grave da pandemia no Brasil, em que o número de mortos se aproxima de 300 mil. Faltam vacinas e leitos de UTI nos hospitais.

A troca ainda não foi oficializada, pois ainda não saiu no Diário Oficial.

Segundo Mourão, é o presidente da República quem define a função, sendo assim, o ministro se trata de um executor do que for decidido pelo mandatário. Dessa maneira, Bolsonaro é o responsável por tudo o que acontecer ou que deixará de acontecer.