Páginas

Facebook

terça-feira, 2 de março de 2021

Médicos peritos do INSS se reúnem, nesta terça-feira, e podem decidir pela suspensão de atendimento presencial

 












Os médicos peritos do INSS se reúnem, nesta terça-feira (02), para avaliar o impacto da nova onda da Covid-19 e poderão decidir pela suspensão do atendimento presencial dos segurados da previdência social. A categoria considera que o País enfrenta o pior momento da crise sanitária e avalia, como medida de segurança, barrar, nesse momento, os exames de perícia com a presença dos segurados.


Uma das preocupações expostas pelos médicos peritos é quanto ao o risco de contaminação nos postos de atendimento. A avaliação aponta para a necessidade da volta ao trabalho remoto dos servidores da Previdência Social.


Em 2020, no ápice da pandemia, entre os meses de março e setembro, os servidores do INSS suspenderam o atendimento presencial.
A medida já foi aplicada no ano passado. De março a setembro, quando teve início a reabertura gradual das agências, os serviços presenciais, como a perícia médica, foram suspensos.


“Vamos discutir o que fazer e considerar que, se houver o colapso da saúde, com taxa de ocupação de leitos de UTI acima de 90%, ou onde estejam vigentes medidas de restrição, na nossa opinião deverá, sim, voltar ao atendimento remoto de forma temporária”, disse, em texto publicado pelo Jornal Agora, de São Paulo, o presidente da ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos), Francisco Eduardo Cardoso Alves.

                                Ceará Agora