sábado, 20 de março de 2021

Deputado Federal Idilvan Alencar lamenta veto de Bolsonaro à Internet grátis para alunos e professores

 










O deputado federal Idilvan Alencar (PDT) demonstrou indignação ao saber do veto do presidente Jair Messias Bolsonaro ao projeto de sua autoria que daria Internet grátis para alunos e professores do País durante a pandemia.

O parlamentar, porém, afirmou que buscará de todas as formas reverter a situação.

“Começamos o dia com o presidente atacando, mais uma vez, a educação. O projeto de minha autoria e relatoria da deputada Tábata Amaral, que garantia acesso à internet e equipamentos para milhões de professores e estudantes, foi vetado pelo presidente, após a aprovação na Câmara e no Senado”, disse Alencar.


O projeto previa utilizar R$ 3,5 bilhões dos R$ 30 bilhões que estão parados no FUST para atender aos estudantes e educadores. “Estamos fazendo a nossa parte apresentando projetos para ajudar o país a enfrentar esse momento tão difícil, mas o presidente é contra tudo que é importante para a educação”, criticou.

Ainda de acordo com ele, a pandemia está em descontrole e não há previsão de retomada das aulas presenciais. Também não há ações por parte do Ministério da Educação para auxiliar os profissionais da educação e estudantes a se adaptar à nova realidade. “A cada medida fica mais claro o projeto desse governo: o desmonte da educação pública”, apontou.

“Nós estamos tentando ajudar. O governo vive reclamando da imprensa, do Congresso, do Supremo. A gente entrega para ele um programa pronto, com fonte de financiamento, as prioridades. É só fazer. E ele vai lá e veta” – (Idilvan Alencar)

O parlamentar lembrou que há um ano as escolas estão paradas e não há qualquer estratégia do MEC para melhorar a situação da educação brasileira. “É um governo que quer o povo morto ou calado. Por isso, estão perseguindo quem critica. Por isso, a educação é tratada como inimiga. Educação ensina a pensar, é tudo que esse governo não quer: gente que pense”, concluiu.

Alencar disse ainda que vai trabalhar no Congresso para derrubar mais esse veto de Bolsonaro “e corrigir essa injustiça”.


Pedetista disse que presidente Jair Bolsonaro está realizando um desmanche na Educação. Foto: Divulgação.
 
Edson Silva 

Nenhum comentário:

Postar um comentário