sexta-feira, 19 de março de 2021

Após 23 dias de lockdown, Mombaça reduz pela metade o número de internações em hospital de campanha

 











Prefeito de Mombaça anunciou lockdown no município em fevereiro último (Foto: Reprodução/Instagram)
Prefeito de Mombaça anunciou lockdown no município em fevereiro último (Foto: Reprodução/Instagram)

Em entrevista a rádio O POVO CBN na manhã desta sexta-feira, 19, o prefeito da cidade de Mombaça, Orlando Filho (MDB), afirmou que as internações no hospital de campanha do município diminuíram de 31 para 16, em um período de 23 dias de lockdown. A cidade de 41 mil habitantes que fica a 296,1 km da Capital foi a primeira neste ano a decretar o lockdown no Estado e agora prepara a transição, passando a aderir as medidas do decreto do estadual, além de um sistema de rodízio para distritos vizinhos do município. 


Orlando explica que o lockdown implantado na cidade no dia 25 de fevereiro último era mais rígido do que o estadual. "Qualquer interferência que a gente faz na sociedade gera externalidades. Sou um cara totalmente pró-comércio e gosto de trabalhar, mas nos vimos em uma situação extrema e essa situação pediu medidas extremas e foi o que fizemos. Hoje temos um quadro mais controlado e já nos preparamos para a transição", celebra o prefeito de Mombaça, em entrevista à jornalista Maisa Vasconcelos.  

Com o decreto municipal que passou a valer em 25 de fevereiro, os comércios funcionaram a partir de drive thru e delivery, com pequenas exceções para farmácias e outros setores. A partir da próxima semana, será implementado um sistema de rodízio entre os distritos vizinhos do município, onde as pessoas vem a cidade fazer compras ou procurar serviços, com o objetivo de evitar aglomerações no centro da cidade, além da transição para o decreto estadual.   

Sobre a redução no número de internações, o prefeito explica que nos últimos dez dias vem sendo registrado uma queda de internações. O município possui um hospital de campanha inaugurado na gestão anterior que continua funcionando atualmente. "Nós estamos acompanhando diariamente o número de novos casos no nosso município e o que o gráfico nos aponta é o fim dessa segunda onda no município", complementa. 

                                 o Povo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário