Sérgio era condutor-socorrista da base local do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), além de ser proprietário e instrutor de trânsito da sua empresa, a Auto Escola Excelência. Casado com a advogada Anna Katarina Farias, deixou uma filha: a pequena Stella. O mesmo estava internado no Hospital Regional Norte a alguns dias e infelizmente ontem, seu quadro de saúde se agravou e não resistiu devido às complicações do vírus.

Na avenida Cel. Manuel Alves, dezenas de pessoas o aguardavam, além dos seus colegas de trabalho, que com as sirenes ligadas das viaturas, saíram em percurso que passaram em frente à sua residência e na autoescola. Em frente à base do SAMU, os profissionais soltaram balões brancos e rezaram um Pai-Nosso, além de terem entregue um colete que por ele era utilizado durante as missões de salvar vidas.

O corpo de Sérgio Meireles será sepultado em Fortaleza.


Desde o início da pandemia, 30 mortes já foram registradas em Santa Quitéria. Sete destas somente neste mês de fevereiro. O município enfrenta a sua situação mais aguda de transmissão, já estando há um mês em estado de alerta altíssimo, segundo a Secretaria de Saúde do Estado. 


             A voz de Santa Quitéria