segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Litro da gasolina no Ceará chega a R$ 5,27 e apresenta 6º maior valor do Brasil

 







Posto de gasolina do Ceará registram novo aumento no preço da gasolina e valor do litro ultrapassa R$ 5 (Foto: Aurelio Alves)
Posto de gasolina do Ceará registram novo aumento no preço da gasolina e valor do litro ultrapassa R$ 5 (Foto: Aurelio Alves)

Ceará registra o sexto maior preço do litro de gasolina no País, com valor máximo de R$ 5,27 no Crato, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgado nesta segunda-feira, 8. Em Fortaleza, a maior precificação encontrada foi de R$ 5,09. O diesel no Estado também registrou alta, chegando ao patamar de R$ 4,09, enquanto o etanol hidratado, conhecido como álcool, atingiu R$ 4,15 o litro.

A pesquisa de preço é feita nacionalmente, em todos os estados e também no Distrito Federal. No Ceará, foram consultados 129 postos de gasolina entre os dias 31 de janeiro e 6 de fevereiro. Com relação às demais unidades federativas do Brasil, o preço da gasolina nos estabelecimentos cearenses fica atrás dos seguintes estados: Acre (R$ 5,34), Pará (R$ 5,37), Rio de Janeiro (R$ 5,73), Rio Grande do Sul (R$ 5,81) e São Paulo (R$ 5,39).



As bombas de combustível da região do Crato foram as que demonstraram o maior valor no Estado, cobrando R$ 5,27 por litro de gasolina. Vizinho à Capital, o município de Caucaia registrou o menor preço da gasolina encontrado no Ceará, a R$ 4,58. Apesar disso, alguns postos da cidade chegaram a cobrar até R$ 4,99 por litro. O levantamento apontou ainda um preço de R$ 5 em Juazeiro do Norte e de R$ 4,99 para Maracanaú.


No último dia 2, o levantamento da ANP mostrou mais um aumento e o preço médio do combustível no Ceará foi de R$ 4,75, enquanto em Fortaleza, chegou a R$ 5. Com relação à semana passada, o valor da gasolina nos postos cearenses teve um aumento de cerca de 52 centavos. A alta faz reflexo ao reajuste de 7,6% no preço da gasolina nas refinarias, em vigor desde o dia 19 de janeiro.

A elevação dos preços deve se manter contínua nas próximas semanas, a depender do repasse adotado pelas refinarias no momento de abastecerem as distribuidoras e encaminhar os combustíveis para os postos. E os preços devem variar novamente por conta do segundo reajuste do ano nas refinarias aprovado pela Petrobras nesta segunda-feira, 8, que estipula um aumento de R$ 0,13 por litro do diesel produzido e média de R$ 0,17 por litro da gasolina.

Os novos valores entram em vigor na terça-feira, 9, e devem pesar no bolso do consumidor a partir da próxima semana. O gás de cozinha também foi afetado, com aumento médio de R$ 0,14 por kg (equivalente a R$ 1,81 por 13kg). Nesta semana, o botijão no Ceará está sendo vendido a R$ 95.

Nenhum comentário:

Postar um comentário