Páginas

Facebook

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2021

Icó - Técnica em enfermagem fazia empréstimo com documentos de pacientes em UTI, diz polícia

 













Uma técnica em enfermagem da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Icó, no interior do Ceará, foi indiciada pela Polícia Civil por suspeita de fazer empréstimos com documentos de pacientes internados na UTI do local onde trabalhava. A servidora foi desligada da unidade de saúde na terça-feira (2) por ordem da Justiça. Uma vítima do golpe foi identificada.

Conforme a Polícia Civil, a investigação do caso começou há menos de um mês, quando uma mulher de 35 anos procurou a polícia para denunciar que recebia cobranças de uma empresa financeira. Ao verificar a data da aquisição, ela descobriu que o empréstimo foi feito em seu nome no período em que estava internada.

De acordo com o delegado Glauber Ferreira, titular da Delegacia Regional de Icó, a técnica de 36 anos fez um empréstimo de R$ 3,6 mil no nome da paciente. Para realizar o crime, ela tirou uma foto segurando o documento da paciente e solicitou o empréstimo de forma digital.


Devido ao período de pandemia, segundo o delegado, algumas financeiras estão realizando esse tipo de serviço de forma virtual. “O interessado envia os dados e solicita o empréstimo, que passa a ser cobrado junto com a conta de energia”, explicou o delegado.

Investigação de outras vítimas

A polícia investiga agora se a servidora cometeu o mesmo golpe usando documento de outros pacientes. “Continuamos com as apurações para identificar outras vítimas, visto que no período em que a suspeita trabalhou no local, mais de 400 pessoas foram internadas. Investigamos ainda se existem outras pessoas atuando em conjunto com a suspeita”, afirma Glauber.

A Polícia Civil orienta as pessoas que se internaram na Upa de Icó que, caso identifiquem cobranças não autorizadas de empréstimos, compareçam à sede da delegacia do município para prestar queixa sobre o caso.




Foto: Divulgação/Polícia Civil
                  

Técnica em Enfermagem bateu foto com documento da paciente e contraiu um empréstimo de R$ 3,6 mil enquanto vítima estava internada na UTI da Upa de Icó.




*Fonte: G1/CE