segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Engenheiro vai ao MPE e cobra Prefeitura de Saboeiro para vacinar idosas contra à Covid-19

 











O engenheiro Carlos Alberto dos Santos Nocrato entrou com um pedido junto ao Ministério Público Estadual, em Saboeiro, para pedir providências no sentido da Prefeitura do Município vacinar duas senhoras idosas – uma com 84 anos, e a outra, com 87 anos de idade, contra à Covid-19.


‘’Passados 15 dias, as senhoras Maria Agueda dos Santos, de 87 anos, cardíaca e com problemas pulmonares, residente à rua Barão de Aquiraz, 217, Centro de Saboeiro; e Maria Zuleide dos Santos Martins, 84 anos, com diabetes, artrose e artrite, também residente no endereço acima, não foram imunizadas’’, relata o engenheiro Carlos Alberto, no documento endereço à Promotoria de Justiça de Saboeiro.



Abaixo, a íntegra da solicitação feita ao Ministério Público Estadual

Saboeiro, 8 de janeiro de 2021

Excelentíssimo Senhor Promotor de Justiça,

Como já é do conhecimento de todos nós, a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) tem causada a morte de milhões de pessoas em todo o planeta. Somente no Brasil, são registradas mais de 230 mil vidas ceifadas por esse terrível vírus. Segundo o Ministério da Saúde, os mais atingidos são idosos. Esse grupo de risco, além de vulnerável ao vírus, devido às doenças preexistentes (asma, diabetes, problemas cardíacos, entre outros), enfrenta outra doença tão grave quanto: a saúde mental, causada pelo medo, ansiedade, solidão.


O município de Saboeiro tem um percentual considerável de idosos, que desde 18 de janeiro do corrente ano (data em que chegou ao Ceará o primeiro lote da vacina CoronaVac) aguardam ansiosamente pela imunização. No dia 19 de janeiro, Saboeiro recebeu uma quantidade dessa vacina, que estava programada para ser distribuída entre os profissionais de saúde que trabalham na linha de frente no combate ao coronavírus.


No dia 23 de janeiro, um novo lote de vacinas chegou ao Ceará, desta vez da Oxford/AstraZenica. No dia seguinte, Saboeiro voltou a receber lote da referida vacina para ser usada na imunização de idosos. Passados 15 dias, as senhoras Maria Agueda dos Santos, de 87 anos, cardíaca e com problemas pulmonares, residente à rua Barão de Aquiraz, 217, Centro de Saboeiro; e Maria Zuleide dos Santos Martins, 84 anos, com diabetes, artrose e artrite, também residente no endereço acima, não foram imunizadas.


Vale lembrar que um terceiro lote de vacinas da CoronaVac chegou ao Ceará em 25 de janeiro, e distribuído entre os municípios cearenses, inclusive Saboeiro.


Diante do exposto, venho a Vossa Excelência solicitar que determina ao Poder Executivo Municipal, por meio da Secretaria de Saúde do Município, imediata realização da vacinação das duas senhoras referidas acima.


Como cidadão, solicito ao Ministério Público que determine a divulgação de quantas vacinas já foram entregues pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará ao município de Saboeiro, a relação de todas as pessoas vacinadas em Saboeiro, data da imunização, desde o primeiro dia até a presente data.

Com a interveniência do Ministério Público, que tem o papel constitucional de defesa dos princípios e interesses fundamentais da sociedade, guardo a certeza de que Maria Agueda dos Santos e Maria Zuleide dos Santos serão vacinadas o mais brevemente, o que vai assegurar o direito das duas à vida, e que o processo de vacinação em Saboeiro será transparente e com lisura. E caso tenha ocorrido alguma irregularidade, os responsáveis serão chamados a responder por seus atos. 


Ceará Agora 

Nenhum comentário:

Postar um comentário