sábado, 20 de fevereiro de 2021

Com 100% de ocupação, Governo do Estado anuncia mais 40 leitos para o Hospital Regional do Cariri

 









                                          Foto > Divulgação / Raquel Oliveira                                         

Em reunião com prefeitos cearenses para apresentar as medidas de enfrentamento à pandemia, o governador, Camilo Santana (PT), pediu a união dos gestores municipais para que o decreto seja cumprido, incluindo o toque de recolher das 22h às 5h. A reunião ocorreu nesta quinta-feira (18) de forma online e contou com 170 gestores.

Camilo também afirmou que os municípios podem adotar outras medidas restritivas, caso seja necessário e de acordo com os indicadores sanitários de cada local. “Os números estão aumentando não apenas em Fortaleza, mas também no interior, por isso a única forma que a gente tem de reduzir a contaminação e a propagação desse vírus é através das medidas de isolamento social”, afirmou.

O Governo do Estado divulgou que a oferta de leitos de enfermaria para pacientes com a Covid-19 vai passar das atuais 1.478 vagas para 2.133 até o dia 31 de março, totalizando 655 a mais. Já os leitos de UTIs Covid-19 passarão de 610 para 805, até o dia 28 de fevereiro, e depois para 1.074, até 31 de março. Ao todo, serão mais 464 leitos de UTIs para tratamento da doença disponíveis.

Em transmissão na última quarta-feira (17), quando o governador anunciou as novas medidas, o secretário da Saúde, dr. Cabeto havia divulgado a implementação de 40 novos leitos em cada hospital regional, o que inclui o do Cariri, na cidade de Juazeiro do Norte. No total, serão 43 novos leitos de UTI e 4 de enfermaria para os hospitais da região.

Atualmente, o Hospital Regional do Cariri (HRC) se encontra com 100% de ocupação, tendo todos 31 leitos de UTI e 13 de enfermaria lotados. Na manhã desta sexta (19), o local chegou a passar da capacidade máxima e receber 16 paciente na enfermaria. Os dados constam no IntegraSUS, plataforma mantida pelo Secretaria da Saúde do Estado.

Camilo também afirmou que realizará, a partir da próxima semana, reuniões regionalizadas com os secretários municipais para tratar sobre os protocolos de atendimento aos pacientes. “Lembrem de colocar a atenção básica para atender à população nos primeiros dias de sintomas, para evitar que se agravem e precisem de uma UTI ou internação no hospital”, apontou o governador.

Cenário no Cariri

Na região, 83% dos leitos de UTI estão ocupados. Em se tradando de leitos exclusivos para adultos, o número chega a 92%  de lotação. Já nas enfermarias, para casos mais leves da doença, 38,6% dos leitos estão ocupados.

Além do Hospital Regional do Cariri, estão lotados o Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo, em Barbalha, e o Instituto Madre Tereza de Apoio a Vida (IMTAVI), em Brejo Santo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário