quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Ceará terá usina para desenvolver combustível de aviação renovável

 












O Estado do Ceará está se preparando para sediar uma pesquisa que vai permitir a produção de um querosene de aviação verde, um combustível renovável. A ideia é produzir combustível usando energia renovável a partir do gás hidrogênio, que pode ser obtido da eletrólise da água.

O projeto ainda está em fase de pesquisa e deverá ser desenvolvido nos próximos três anos. A meta é que toda a cadeia de produção utilize matéria-prima de fontes renováveis. O secretário executivo de Comércio, Serviço e Inovação da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), Júlio Cavalcante, explica que o Projeto denominado Pro QR é uma parceria com Ministério da Ciência e Tecnologia e Agência de Desenvolvimento Alemão. “A ideia chegou até nós por meio de um cearense que fez doutorado na Unicamp e criou uma empresa que já produz hidrogênio verde a partir da eletrólise da água, utilizando energias renováveis”, afirmou Júlio.

A expectativa é que em um ano a pesquisa comece a apresentar resultados. O Governo do Ceará está apoiando a iniciativa na busca de parceiros para financiamento do projeto. Inicialmente, a negociação é que o projeto piloto ocorra no terreno da Fraport, em Fortaleza.

“A planta para produção desse hidrogênio para aviação será em contêineres, portanto, será possível fazer a instalação dessas plantas em aeroportos que poderão produzir seu próprio combustível sem a necessidade de fazer transporte do querosene até lá”, acrescentou o secretário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário