segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

Caririense foi morto a pauladas na cabeça em Salitre

 



Pouco mais de um mês após e um novo homicídio foi registrado em Salitre se constituindo no primeiro do mês de fevereiro em toda a região do Cariri. Por volta das 12h30min desta segunda-feira criadores de ovelha que procuravam seus animais se depararam com um cadáver na área do Sítio Chagas na zona rural de Salitre. Logo foi identificado como sendo do agricultor Misael de Carvalho da Silva, de 26 anos, que residia no Sítio Barretos naquele município.


O mesmo saiu de casa ontem e não havia retornando quando familiares já estavam preocupados. O corpo de Misael estava em meio a um matagal e apresentava marcas de agressões a pauladas, principalmente na região da cabeça. No local, familiares disseram aos policiais militares de Salitre que não tinham informações sobre qualquer entrevero envolvendo o jovem. Além disso, ele não possuía passagens pela polícia estando o caso envolto no mais absoluto mistério até o momento.


Este foi o primeiro homicídio do ano em Salitre e o último tinha acontecido no dia 26 de dezembro quando Maria Nelvani da Silva, de 43 anos, veio ao município rever familiares. Na casa do padrasto dela, no Sítio Barreiros, chegou na sua moto o ex-marido e agricultor Fernando José da Silva, de 50 anos, morador do lugar e com quem teve três filhos. Nelvani ainda correu, mas foi perseguida e morta a tiros, enquanto o acusado fugiu por um matagal abandonando sua moto.


FONTE-MISERIA


Nenhum comentário:

Postar um comentário