sábado, 9 de janeiro de 2021

Polícia encontra mais entorpecentes em local que funcionava laboratório de drogas no Crato

 


                                              Foto > Divulgação / SSPDS 



Na última segunda-feira (4), o homicídio de André França Sobreira, de 31 anos, sem antecedentes criminais, repercutiu no Cariri. O homem foi morto a facadas pelo amigo de infância, Danilo Morais Arraes, de 35 anos, também sem antecedentes. O crime ocorreu no Centro do Crato. Na delegacia, Danilo afirmou a discussão se deu por uma suposta dívida de um empréstimo que André teria ido cobrar. Porém, após achar um laboratório de drogas no prédio onde funcionava o estabelecimento comercial do suspeito, a Polícia Civil acredita que a motivação do crime teria sido outra.

Com o aprofundamento das investigações, nesta sexta-feira (08), os policiais apreenderam mais entorpecentes no estabelecimento comercial do suspeito. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nos fundos do prédio e em um dos banheiros do local, foram encontrados 374 gramas de maconha, além de computadores, balanças digitais, temporizadores digitais para irrigação, e um pó branco que passará por análise.

Todo o material foi encaminhado para a sede da Delegacia, onde as investigações sobre o caso seguem em andamento.


Badalo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário