quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Após um ano da greve na PM, governo oficializa amanhã as promoções

 















                                   


                            Foto > Veja 

Um ano após a greve na PM, o governador do estado, Camilo Santana (PT) e o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Sandro Caron, deverão anunciar oficialmente, nesta sexta-feira (29), o cronograma das solenidades de promoções para os profissionais da Segurança cearense. Os estudos de impacto financeiro no orçamento geral do estado foram concluídos, assim como a longa planilha com os nomes dos servidores que terão ascensão  funcional.

Mas, além da PM, serão também promovidos servidores do Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Judiciária (Civil) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). No ano passado não houve promoções nas carreiras dos profissionais da Segurança Pública por conta de um decreto estadual em consequência da pandemia do Covi-19.

Cerca de seis mil servidores do setor deverão ser contemplados com as promoções, entre praças e oficiais da PM e do Corpo de Bombeiros, inspetores, escrivães e delegados da Polícia Civil, além de peritos criminais, legistas, peritos auxiliares e auxiliares da Perícia Forense (Pefoce), de acordo com o que já havia sido anunciado pelo próprio governo do estado.

De acordo com o governo, entre 2015 e 2019 o estado destinou um montante de R$ 132,4 milhões de investimento em promoções e ascensões funcionais na área da Segurança Pública do Ceará. Na Polícia Militar foram promovidos 17.129 servidores. No Corpo de Bombeiros Militar,  outros 1.662 homens.

Ainda de acordo com o governo, cerca de R$ 11.9 milhões foram investidos na descompressão salarial dos profissionais da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Já na Polícia Civil a reestruturação da carreira para escrivães e inspetores, entre os anos de 2017 e 2018 custou R$ 49,4 milhões.  Entre 2017 e 2018 foram gastos R$ 389,5 milhões na implantação da média  salarial do Nordeste para os policiais militares do Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário