quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Vereadores deixam para próxima Legislatura apreciação de projeto de lei para contratação temporária na Saúde, em Altaneira

 

Em Sessão Extraordinária virtual realizada na manhã de ontem (30/12) foi apresentado na Câmara Municipal de Altaneira um projeto de lei de iniciativa do prefeito municipal, Dariomar Rodrigues (PT), solicitando autorização legislativa para contratação temporária de pessoal para a Secretaria Municipal de Saúde.

O presidente da Casa, vereador Professor Adeilton justificou a convocação da Sessão Extraordinária face a urgência requerida pelo prefeito municipal através de Mensagem ao Legislativo e após a leitura, comunicou que estava encaminhando o projeto para a Comissão Permanente para análise.

A presidente da Comissão Permanente, vereadora Zuleide Ferreira (PT) defendeu a iniciativa a argumentou que o projeto visa manter a manutenção da saúde em Altaneira e espera a sua aprovação.

O relator da Comissão, vereador Antonio Leite (PDT), lamentou a desorganização e a incompetência do governo, disse  que não tem tempo para analisar o projeto.

“Se não tiver médico em Altaneira é culpa do prefeito. Não é hora de pedir algo dessa natureza. Logo após um escândalo na Saúde. Vão terminar esse mandato da forma que começou, de forma desastrosa” disse Antonio Leite.

O vereador Valmir Brasil também lamentou incompetência da gestão, disse que o projeto é mais uma “bomba” da gestão para tentar jogar o povo contra os vereadores de oposição.

O presidente da Câmara, vereador Professor Adeilton (PSD) frisou que o governo teve tempo para mandar o projeto, mas decidiu enviar em cima da hora.

“Não podemos toda hora tampar buraco de uma gestão desastrosa. Estamos lutando para realização de um Concurso Público, ainda no projeto não especifica quantidades e atribuições dos cargos contratados para que possamos saber do que se trata de fato. De fato, existe falta de planejamento”, registrou Adeilton.

Por sua vez o vereador Flavio Correia (PDT) criticou o governo que não tem planejamento, que manda projeto de todo jeito. O parlamentar lembrou que a Câmara denunciou licitação para contratação de empresas para a Saúde, pois entendia que se tratava de lavagem de dinheiro, o que se comprovou com a “Operação Salus”.

“Essa turma deveria entender que nossa Altaneira já está muito envergonhada, nossa Altaneira está reconhecida de forma vergonhosa. A sociedade está pagando o preço alto. Muita gente está chorando, mas muitas famílias choraram por falta de atendimento por conta de alguns que desviavam o dinheiro do povo. Essa gestão está envergonhando o povo de Altaneira. Esse projeto é apenas para tirar o foco desse escândalo. Não vou assinar um cheque em branco para essa turma que eu não confio”, sentenciou Flávio Correia.

No final o presidente da Câmara vereador professor Adeilton informou que o projeto será encaminhado para Comissão Permanente e que deve ser analisado na próxima Legislatura.

Adeilton encerrou a Sessão agradecendo aos servidores, parlamentares e assessores e anunciou uma transmissão ao vivo de despedida do mandato.

Não participaram da Sessão os vereadores Cier Bastos (PDT) e Devaldo Nogueira (PT).

A Sessão Câmara Municipal de Altaneira foi transmitida em tempo real na sua página na rede social Facebook e pela rádio comunitária Altaneira FM.


Blog de Altaneira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário