quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Santana do Cariri é maior produtor de abacaxi do Ceará

 



O abacaxi (Ananas comosus) é originário da floresta amazônica e há milhares de anos, os povos indígenas o dispersaram pelas Américas. Naquela época, além de servir como alimento, os frutos eram utilizados para produção de bebidas alcoólicas (licor e vinho) e partes da planta serviam para o preparo de remédios. O abacaxi é uma fruta tropical amazônica que conquistou o mundo pelas suas qualidades de sabor, usos na culinária e na terapêutica. Os maiores produtores de abacaxi do mundo são a Costa Rica, Filipinas e Brasil.

foto-abacaxi2-768x576

O abacaxi é cultivado em todo o território nacional e grande parte da produção ocorre em pequenas propriedades, muitas delas com características de agricultura familiar. No entanto, os principais estados produtores de abacaxi são o Pará, a Paraíba e Minas Gerais. O Ceará é o décimo quarto produtor brasileiro, com área plantada de 27 hectares sendo Santana do Cariri-CE, o maior produtor do Ceará, com produção de 436.000 frutos/ano. ( dados do IBGE e Embrapa- 2019).

O abacaxi produzido em Santana do Cariri-CE, é de ótima qualidade e o plantio é feito em sequeiro, usando as raquetes, oriundas do plantio anterior, como sementes, diminuindo, assim, os custos de produção da cultura, afirma o gerente do escritório da Ematerce, Joaquim Rodrigues.

No município, existe uma perfeita interação técnica entre a Ematerce e a Secretaria Municipal de Agricultura, que, juntas, atendem a todos os produtores, com orientações técnicas, na agricultura, fruticultura e também na pecuária. Os técnicos, responsáveis pela assistência aos produtores familiares, são: Joaquim Rodrigues (Ematerce), Fernandes Freitas (Ematerce) e Flávio Pontes (Secretaria). O Secretário Municipal de Agricultura é Cláudio Firmino.

foto-abacaxi1-768x1024

A safra de abacaxi, na região do Cariri cearense, concentra-se, nos meses de setembro/outubro, sendo comercializada nos municípios, do Crajubar e também fornecida ao Programa de Aquisição de Alimentos -PAA- e ao Programa Nacional de Alimentação Escolar- PNAE. Em 2020, o preço médio da unidade de abacaxi foi vendido a R$ 3,00 a unidade, valor considerado compensador pelo produtor. Em relação a 2019, no ano de 2020, houve um incremento de área plantada, passando de 27 para 34 hectares, sendo que, para 2021, o produtor está propenso a aumentar a área e, consequentemente, a produção, afirma o produtor Valdemiro dos Santos(Bibi).

É unanimidade, entre os técnicos e os produtores de abacaxi, que o fruto, produzido na região de Santana do Cariri-CE, é grande e doce, agradando muito aos consumidores. Acrescentaram ainda que a produtividade, obtida na atual safra, foi ótima, devido à regularidade das chuvas, ausência de pragas e doenças e à excelente qualidade das sementes. O preço também contribui para incentivar o produtor a aumentar sua produção, visando à próxima safra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário