segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

Presidente da Câmara Municipal de Canindé é preso pela Polícia Civil nesta segunda feira

 


O vereador "Panta" é alvo de uma investigação da Polícia Civil em Canindé
Por : Fernando Ribeiro



O presidente da Câmara Municipal de Canindé (a 97Km de Fortaleza), Francisco Alan de Oliveira Uchôa, o “Panta” (PV),  foi preso no começo da manhã desta segunda-feira (28) numa operação da Polícia Civil. Também foram realizadas diligências em cumprimento de mandados judiciais de busca e apreensão na residência dele e de outros dois vereadores eleitos.

A operação da Polícia Civil se refere às investigações em torno das ameaças de morte e de um atentado, a tiros, ocorrido na residência da Prefeita reeleita de Canindé, Rozário Ximenes (DEM), fato ocorrido na noite do último dia 17.

Os policiais civis fizeram buscas nas residências dos vereadores eleitos Geovane Lira (PSD) e Manoel Deodato (Solidariedade), que também são alvos da investigação policial.

O atentado

Na noite do último dia 17, a residência de Rozário Ximenes foi atingida por cinco tiros. A Polícia Civil suspeita que o autor dos disparos seja Francisco Clerton Abreu da Silva. Seria o segundo atentado cometido por Clerton em uma semana. Ele também teria atirado contra a casa do vereador Adriano Caetano.

A investigação aponta uma ameaça contra a prefeita Rozário. O presidente da Câmara, “Panta”, e o vereador Deodato não se confirmaram com a atitude de Adriano de romper com eles e apoiar o Governo Municipal. Prometeram que “teria troco”. Adriano fugiu de Canindé.

Um carro branco, supostamente guiado por Clerton, é visto em imagens no momento dos disparos nas casas de Adriano e da prefeita Rozário. A Polícia Civil apura se há participação do presidente “Panta”, que perdeu às eleições para prefeita Rozário — foi candidato a vice-prefeito na chapa de oposição.


CN7 

Nenhum comentário:

Postar um comentário