quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

Com cassação de Washington, presidente da Câmara assumirá Prefeitura de Missão Velha

 




                                                Foto > Madson Vagner 



A cassação do registro de Washington Fechine pelo TSE no dia 18, tornou a eleição pela presidência da Câmara, uma verdadeira batalha. Segundo orientação da justiça a Prefeitura deverá ser assumida, em 1º de janeiro, pelo presidente da Casa. Com Washington indeferido, sua base começou a movimentar.

Entre os vereadores pretendentes ao cargo, destaque para a articulação em torno da vereadora eleita Macielle Macedo, esposa do ex-vereador Macedinho. Chefe de Gabinete na gestão de Washington e homem de confiança, Macedinho convenceu o grupo da importância da eleição interna da Câmara.

A base de Washington eleita e reeleita, maioria na Casa, está com Macielle para garantir que o grupo permaneça no comando da Prefeitura. Agora o grupo se prepara para escolher o nome que disputará novamente contra Dr. Lorim. Quer manter os dois poderes.

O desafio de Dr. Lorim

A decisão do TSE definiu o seu futuro do candidato derrotado Rosemberg Macedo, o Dr. Lorim, e o grupo que o acompanhou na eleição de 15 de novembro. Dr. Lorim tenta convencer o grupo que numa nova disputa terá mais chance de vitória. Segundo o TSE, o TRE terá que definir o novo pleito para 40 dias.

O problema é que lideranças ligadas ao ex-prefeito Gidalberto Pinheiro, braço político de Lorim, começam a questionar o apoio. O grupo estava rachado desde a saída do ex-prefeito Tardiny Pinheiro, irmão de Gidalberto, decidiu apoiar Washington.

O grupo de Washington fez maioria na Câmara e, mesmo com uma possível vitória na nova eleição, Dr. Lorim não teria maioria na Câmara para governar. A verdade é que Dr. Lorim precisará de muita habilidade para manter o grupo unido ao seu redor. O desafio já começou.


(Madson Vagner) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário