quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Primeiro turno da Eleição: 10ª Região mobiliza 3.000 militares para segurança em municípios do CE e PI

 



whatsapp-image-2019-04-24-at-08.49.32-768x511

A 10ª Região Militar está mobilizando uma tropa de 3.000 militares das Forças Armadas para reforçar a segurança no primeiro turno das eleições em 11 cidades do Ceará  (Fortaleza, Maracanaú, Caucaia,  Itaitinga, Horizonte, Pacajus, Ibicuitinga, Sobral, Crato, Barbalha e Juazeiro do Norte) e em 169 localidades no Piauí. Do contingente, 2.100 membros estarão nas cidades do Piauí.

O auxílio das tropas federais para garantir a segurança da população no dia da votação e apuração do resultado do pleito de 15 de novembro foi autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A decisão do TSE teve por base a solicitação dos Tribunais Regionais Eleitorais que foi endossada pelos Governos Estaduais.

O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, argumenta que o auxílio das forças armadas se justifica pelo histórico nos locais de conflitos em pleitos anteriores, reduzido efetivo da Polícia Militar e necessidade de garantir a segurança e a integridade física da sede do cartório eleitoral e de servidores.

A 10ª Região Militar destacou, em comunicado, nesta quarta-feira, que, além das tropas, serão designados para as Zonas Eleitorais (ZE) Oficiais de ligação que serão o elo entre a Justiça Eleitoral e as tropas empregadas. O Comando da 10ª RM, juntamente com militares da Marinha do Brasil e da Força Aérea Brasileira,  comporão a Força Tarefa Martim Soares Moreno – 10ª RM, dentro do contexto de uma operação conjunta.

Segundo, ainda, o comunicado, será estabelecido um Centro de Operações Conjunto no aquartelamento da 10ª RM  de onde serão coordenadas todas as ações.   A 10ª Região Militar destaca que ‘’a missão da Força Terrestre é contribuir para que a votação e a apuração ocorram dentro da normalidade institucional’’.

 A operação de distribuição e atuação das tropas federais é executada de forma integrada com a  Justiça Eleitoral,  Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar,  Polícia Federal, Ministério Público e Polícia Rodoviária Federal.

(*)com informações da 10ª Região Militar do Exército

Nenhum comentário:

Postar um comentário