quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Diretor do Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima é transferido para Fortaleza após passar mal em Tauá

 .com/proxy/

O Diretor do Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima, Dr. Jaimir Bósio foi transferido para Fortaleza no início da tarde de hoje(11), após passar mal em Tauá e ser atendido pela equipe médica que estava de plantão na unidade de saúde. Havia uma preocupação porque há cerca de um mês Jaimir sofreu infarto e foi removido para a capital onde passou por exames e foi submetido a um cateterismo com implantação de stentes.

Ao chegar em Fortaleza no final dessa tarde, Dr. Jaimir passou por uma bateria de exames e foi internado no Hospital Cura Dars, que também é administrado pela Sociedade Beneficente São Camilo, onde aguarda o diagnóstico da equipe médica que acompanha seu quadro clínico.

Diretor estava preocupado com o pagamento dos médicos, fornecedores e funcionamento do Hospital

Segundo a esposa dele, Dra. Leila Lima, nesses últimos dias Jaimir estava preocupado e se sentindo pressionado diante dos compromissos financeiros de responsabilidade do Hospital com a folha de pagamento dos médicos e os fornecedores de insumos e materiais que precisava honrar, mas ainda não havia recebido os valores da Secretaria de Saúde do Município de Tauá, apesar das tentativas feitas.

Dra. Leila disse que estava indignada com uma situação que seu esposo nada tem a ver. "Ele se desesperou porque passou na Secretaria de Saúde e está sendo muito cobrado. Nossa entidade(ao se referir a Sociedade Beneficente São Camilo) precisa fazer pagamentos aos médicos e fornecedores. Estou indignada e não gostaria que nenhuma família de Tauá passasse o que a minha está passando nesse momento", desabafou, em entrevista concedida ao Programa Tribuna Popular da Rádio Difusora, pedindo providências a Secretaria Municipal de Saúde no tocante ao repasse dos recursos, feitos pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do Estado, que por direito pertencem ao Hospital. 

Além do pagamento dos médicos, fornecedores, medicamentos, alimentação para os profissionais e pacientes, o Hospital também precisa manter o funcionamento da Unidade de Terapia Intensiva para o tratamento de pacientes internados com o Covid-19. 

Dra. Leila disse que apesar das dificuldades que a São Camilo vem enfrentando no município de Tauá, não há por enquanto o desejo da entidade de deixar o município.

A Prefeitura de Tauá ainda não esclareceu porque não transferiu os recursos destinados ao Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima.  


Wilrismar Holanda 

Nenhum comentário:

Postar um comentário