terça-feira, 10 de novembro de 2020

Camilo diz que disputa política "mesquinha" sobre a vacina contra a Covid-19 é "grave e inaceitável"

 

1_1_roda_viva_camilo_santana_assistir_ao_vivo_transmissao_12759190-13954520
Camilo Santana (Foto: FCO Fontenele / O POVO)

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT) afirmou nesta terça-feira, 10, que é "grave e inaceitável" que o processo de desenvolvimento da vacina contra a Covid-19 tenha virado uma "disputa política mesquinha em nosso país". O chefe do Executivo Estadual se refere ao embate entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria, que têm trocado farpas devido a opiniões contrárias sobre a obrigatoriedade do uso do imunizante.

Bolsonaro, inclusive, defende que a vacina não seja obrigatória e critica o produto chinês, Coronavac, que tem sido produzido no Brasil em parceria com o Instituto Butantan. "Grave e inaceitável que uma questão que envolva vidas, como o importantíssimo processo de desenvolvimento de uma vacina contra a covid, seja transformado numa disputa política mesquinha em nosso país. Os brasileiros não merecem isso", diz Camilo.




Em coletiva de imprensa realizada nesta terça-feira, 10, o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres, afirmou que existe uma "guerra politica" no Brasil em torno da produção de uma vacina contra a Covid-19. Na ocasião, o gestor defendeu ainda que a instituição sanitária precisa ficar "de fora" de qualquer movimento desse caráter.

Suspensão de testes

O processo de testagem da vacina Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac Biotech, foi declarada após ocorrência de "evento adverso grave", que teria acontecido no último dia 29 de outubro. O fato teria sido a morte de um dos voluntários do processo, que não teve informações reveladas por questão de sigilo.

No entanto, a TV Globo divulgou nesta terça-feira que teve acesso ao boletim de ocorrência do caso. Segundo a emissora, o voluntário teria vindo a óbito por suicídio, não por razões decorrentes da vacina. O laudo médico está programado para sair no fim desta tarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário