sábado, 17 de outubro de 2020

Sesa coleta amostras de água e de solo em Santa Quitéria

 


banner_tratamento_agua_out2020_002

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) está coletando amostras de água e de solo em Santa Quitéria, município a cerca de 220 km de Fortaleza onde será instalada a Usina de Itataia, complexo minero-industrial para a produção conjunta de fertilizantes e nutrição animal. Realizada pela Coordenadoria de Vigilância Ambiental e Saúde do Trabalhador da Sesa, a iniciativa é importante para identificar a possível existência de partículas de metais pesados na região, que conta com uma das maiores reservas de urânio associado ao fosfato do mundo.

“A Vigilância Ambiental é responsável por monitorar os fatores físicos, visando proteger a saúde da população e evitar a exposição a locais que possam emitir radiações ionizantes”, reforça o orientador da Célula de Vigilância Ambiental da Sesa, Sérgio Murilo Martins. O trabalho teve início em 2019, quando onze amostras de água e sete de solo foram recolhidas. Neste mês, os técnicos da Sesa retornaram ao município para dar continuidade às coletas.

“Na primeira fase do trabalho, entre os dias 7 e 9 de outubro, foram realizadas sete coletas ambientais de água e três de solo em mananciais próximos à mina de urânio e nas divisas entre os municípios de Santa Quitéria, Itatira e Boa Viagem. Na segunda fase, do dia 14 a 16 de outubro, serão realizadas seis coletas ambientais de água e solo nas proximidades da sede do município de Santa Quitéria e Varjota”, explica Sérgio.

banner_tratamento_agua_out2020_001

Todas as amostras coletadas serão analisadas pela Fundação Núcleo de Tecnologia Industrial (Nutec). “Além de assegurar o desenvolvimento econômico, é fundamental garantir e promover a saúde da população cearense. O monitoramento dos compartimentos ambientais no território do Estado é um dos passos a serem seguidos”, ressalta o assessor técnico da Sesa, Edenilo Baltazer.

Usina de Itataia

No último dia 28 de setembro, o Governo do Ceará assinou o Memorando de Entendimento para a instalação da Usina de Itataia. O Consórcio Santa Quitéria, formado pela Indústrias Nucleares do Brasil (INB) e a indústria de fertilizantes Galvani, vai investir inicialmente U$ 400 milhões no projeto, que tem operação prevista para 2023. Ao todo, a usina deve gerar 2.500 empregos, dos quais 500 diretos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário