quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Polícia Federal investiga grupo político de Zé Adega no Crato

 Screenshot_20201013-190407



A pedido do Ministério Público Eleitoral da 27° Zona Eleitoral de Crato, foi instaurado pela Polícia Federal sediada em Juazeiro do Norte, o procedimento de número 2020.0047830-DPF/JNE/CE, visando apurar a prática de eventual delito de corrupção eleitoral ocorrido mediante promessa de doação de terrenos públicos e materiais de construção em troca de votos. São investigados em referido procedimento José Aldegundes Muniz Gomes de Mattos, popularmente conhecido como Zé Adega, seu filho José Arthur Xenofonte Gomes de Mattos, candidato a prefeito do Crato pelo PSL nas eleições 2020, e outras oito pessoas que supostamente integram o grupo político de Zé Adega. O procedimento no Ministério Público Eleitoral fora instaurado em 19 de fevereiro de 2020, encontrando-se no arquivo provisório, aguardando a conclusão do inquérito na Polícia Federal. Os fatos aqui relatados não encontram-se em sigilo, estando abertos a consulta pública no site do Ministério Público, e podendo ser acessados pelo site www.mpce.mp.br

Screenshot_20201013-190325

       ( Flávio Pinto) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário