sábado, 3 de outubro de 2020

Fios de solidariedade, professora de Brejo Santo cria projeto para ajudar pessoas com câncer

 


WhatsApp%2BImage%2B2020-10-01%2Bat%2B20.32.30


O projeto foi criado em 2016, por Bárbara Braga, professora e enfermeira que trabalha na escola profissionalizante do município. Inicialmente o “fios de solidariedade” seria apenas uma campanha, mas como houve uma forte adesão, passou a ser um projeto, visto a necessidade de dar continuidade as arrecadações de mechas de cabelo.

A professora trabalha em parceria com a ONG Um Pedacinho de Amor não Dói de Fortaleza. A respeito da parceria informou que as mechas arrecadadas são enviadas para a ONG de Fortaleza, que por sua vez tem uma parceria com uma pessoa para confeccionar as perucas voluntariamente, quando há alguma paciente carente que necessita de peruca na região, Bárbara entra em contato e eles enviam a peruca e a entrega é feita.

WhatsApp%2BImage%2B2020-10-01%2Bat%2B20.32.32

Questionada sobre como se sentiu ao ver a adesão das pessoas, respondeu que se sente feliz e recompensada. Enfatizou que é um trabalho que requer uma logística bem elaborada e cuidado, visto que conta com parceiros de  Fortaleza para destinar as mechas doadas e receber perucas quando houver a necessidade em Brejo Santo e região. 

WhatsApp%2BImage%2B2020-10-01%2Bat%2B20.32.31WhatsApp%2BImage%2B2020-10-01%2Bat%2B20.32.31%2B%25281%2529


Bárbara ressaltou que a principal mensagem que o projeto passa para as pessoas é de empatia, amor e humanização. E principalmente reconhecer a dor outro e perceber que através de um ato simples, de praticar o “desapego” do cabelão, a vida e a autoestima de muitas mulheres que enfrentam o tratamento contra o câncer pode ser melhorada.

Finalizou dizendo que “ver a felicidade no rosto de pacientes que receberam uma peruca e o quanto a autoestima delas se eleva por se enxergar novamente com cabelos, não tem preço".

As doações podem ser feitas pelo Instagram do projeto @fios_de_solidariedade ou os doadores podem entregar as mechas na EEEP Balbina Viana Arrais (que no momento está fechada por conta da pandemia).


*Victória Ellen da redação do Blog do Farias Júnior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário