terça-feira, 8 de setembro de 2020

Augusto Aras e a demissão coletiva da Lava-Jato de São Paulo

 


Augusto Aras não engoliu a debandada da Lava-Jato em SP, que esta semana pediu demissão coletiva após atritos com a nova coordenação.

“É um ataque sistêmico. Esse ato político terá consequências”, disse o procurador-geral da República a um aliado.

veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário