sexta-feira, 24 de julho de 2020

Prefeitura de Crato explica porque a taxa de incidência do município é maior que no Mundo

No Boletim Epidemiológico com informações mais detalhadas sobre a Covid-19 no município de Crato, divulgado na última sexta-feira (17), com dados coletados até o dia 16 de julho, quinta-feira, foram apresentadas diversas informações sobre o município.
Crato-visto-do-alto-do-Semin%C3%A1rio-Crato-1-768x432-1-750x375
  Foto > Antonio Rodrigues 
Dentre elas, um gráfico comparando os coeficientes de incidência, que são são os números de casos novos notificados das diversas formas, expresso por 100 mil habitantes, ocorridos em determinado local e período.
A Secretaria de Saúde do município esclarece que a taxa de incidência mede o risco que a população tem de adoecer por Covid-19 em um determinado espaço de tempo. Sendo assim, a taxa de incidência não indica o grau de transmissão de uma doença, mas sim o risco de um indivíduo adoecer.
Eles afirmam que o Crato tem taxas do coeficiente de incidência maiores que as evidências mundiais, por diversos fatores, como a diversidade de condições de vários países, como densidades populacionais, condições sócio econômicas e culturais diferentes, fazendo a análise do comportamento da doença nesses contextos.
Nesse caso, uma população maior, como a mundial, somado aos exemplos que citamos, apresenta um coeficiente de incidência menor que a do município.
Os números do cálculo da taxa de contaminação indicam a média de quantos pacientes diagnosticados com o novo coronavírus podem ser contaminados. O risco é considerado muito baixo se a taxa for menor do que 0,5 e baixo se ficar entre 0,5 e 1.
Se estiver entre 0,9 e 1,2 o risco é moderado e é considerado alto entre 1,2 e 1,65. Se ficar entre 1,65 e 2, o risco é considerado muito alto e há indicação de lockdown se a taxa de reprodutibilidade da doença passar de 2.
Nesse caso, considerando os dados do IntegraSus, o Crato possui a menor taxa de transmissão entre os municípios da área descentralizada, que pertence a região do Cariri, composta por 13 municípios. A taxa é de 1,02.
Veja a nota da Prefeitura do Crato na íntegra:
A Secretaria de Saúde do município do Crato esclarece que a taxa de incidência mede o risco que a população tem de adoecer por COVID-19 em um determinado espaço de tempo.
Esse indicador é calculado mediante o número de casos novos, dividido pela população em um espaço geográfico verificado, multiplicado por uma base da população de 100 mil habitantes. A taxa de incidência não indica o grau de transmissão de uma doença, mas sim o risco de um indivíduo adoecer. O fato do coeficiente de incidência do mundo ser menor que a do Crato, se deve, entre outros fatores, a diversidade de condições de vários países, como densidades populacionais, condições sócio econômicas e culturais diferentes, bem como o comportamento da doença nesses contextos.
Assim, uma população maior, como a mundial, somado aos fatores citados acima, apresenta um coeficiente de incidência menor que a do Município.
Ao tempo, informamos que o nosso município possui a menor taxa de transmissão entre os municípios da área descentralizada de Crato, que pertence a região do Cariri, composta por 13 municípios, a taxa é de 1,02. (fonte IntegraSUS)
A Prefeitura do Crato, através da Secretaria Municipal de Saúde, continua atuante e vigilante no combate a COVID-19, e para isto solicita o empenho de todos no combate diário a pandemia.
Badalo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário