quinta-feira, 30 de julho de 2020

PDT e PSD são os partidos com mais pré-candidatos no Ceará e devem se enfrentar na maioria dos municípios

Cid-e-Domingos
Na imagem, Domingos Filho, Domingos Neto, Gilberto Kassab e Cid Gomes, na residência do senador em 2019. Foto: Divulgação.
Nos últimos meses, os mais diversos partidos com representação no Ceará entraram em campo na intenção de atrair o maior número possível de pretensos candidatos às eleições municipais deste ano. Depois de muitas conversas, algumas confirmações e outras tantas desistências, o PDT, dos irmãos Ciro e Cid Gomes, e o PSD, do ex-conselheiro Domingos Filho, são as agremiações com maior número de pré-candidatos nos 184 municípios do Estado.
O PDT, por exemplo, apresentou 121 pré-candidaturas, até o momento, mas pode chegar até a 129, enquanto que o PSD está com 90 pretensas postulações definidas, podendo apresentar 116, segundo o presidente da sigla. Estes números, claro, mudam a todo instante, visto que sempre há alguma desistência, tanto nas candidaturas majoritárias quanto nas proporcionais. No entanto, sinalizam que as duas legendas devem se enfrentar na maioria dos municípios cearenses.
No PDT, por exemplo, quem está realizando este levantamento sobre as pré-candidaturas nos municípios, e conversando com os presidentes de partidos sobre o “atacado”, nos municípios, é o senador Cid Gomes. Já em Fortaleza, onde a legenda pretende ter candidatura própria, quem comanda as discussões internas é o prefeito Roberto Cláudio, presidente da agremiação na Capital.
Apesar do grande número de pretensos candidatos, a sigla pedetista deve ter como prioridade as cidades de Fortaleza, uma vez que é a Capital e vem sendo tocada por um gestor da legenda; e Sobral, berço da família Ferreira Gomes, onde atualmente é administrada por Ivo Gomes.
Por conta do alto número de pré-candidaturas, PSD e PDT, apesar de alianças em cidades maiores, como Fortaleza e Caucaia, por exemplo, devem se enfrentar na maioria dos municípios cearenses. Na Capital, a sigla pessedista confirma apoio à uma eventual candidatura do PDT, e espera retorno de aliança do PDT em Caucaia, para a reeleição de Naumi Amorim.
Disputando
No entanto, o apoio de Ciro Gomes ele já sabe que não terá, isso porque o líder pedetista confirmou alinhamento com Elmano de Freitas, do PT. “O PDT é o partido com quem temos mais acordos no Ceará, mas também é o partido com quem mais estaremos disputando. Porque são os dois partidos com mais pré-candidatos em muitos municípios”, disse ao Blog, Domingos Filho.
Além dos pretensos postulantes em praticamente 100 cidades, o PSD fechou acordo, até o momento, com outras 26 postulações para apresentar nomes a vice.
Convenções partidárias
Após PDT e PSD, logo em seguida vem o PT, com 48 pré-candidaturas, e o MDB, com 46. PP e PSB, com 40, cada, e PL, com 32 pretensos candidatos. O PROS apresentou 13 pré-candidatos a prefeito, enquanto que o PSDB e PSOL, até o momento, estão com 12. PTB lançou 10, PCdoB (8), PSL (8), SD (7), Cidadania (5), Podemos (5) e DEM (4). Esses números, no entanto, podem mudar até a data-limite para realização das convenções partidárias.
De acordo com Cid Gomes, o PDT, sigla com maior número de pré-candidatos, vem tentando realizar formas de promover alianças, porém, a realidade local, muitas das vezes, inviabiliza essa possibilidade. Em Caucaia, no entanto, ele garante que a sigla estará ao lado do PSD de Domingos Filho. 
 Jornalista Edison Silva 

Nenhum comentário:

Postar um comentário