segunda-feira, 20 de julho de 2020

Guru espiritual da Comunidade Afago em Fortaleza é denunciado por crimes sexuais

O Ministério Público do Ceará (MPCE) recebeu diversas denúncias de crimes sexuais praticados pelo líder espiritual Pedro ícaro de Medeiros, o Ikky, da Comunidade Afago. Ele seria responsável por uma série de abusos sexuais, físicos e psicológicos cometidos durante reuniões reservadas na seita espiritual.
guru-1
Pedro ícaro de Medeiros (Reprodução TV Globo)


De acordo com reportagem do Fantástico (Rede Globo), os abusos e agressões teriam ocorrido entre 2018 e o ano passado. De acordo com as vítimas, o estudante de Filosofia da Universidade Federal do Ceará (UFC) se apresentava como mestre espiritual e usava da posição dentro da Comunidade Afago para cometer os crimes.

Rituais

De acordo com os integrantes da comunidade, os jovens passavam por provas violentas, como a troca de tapas, para subir de hierarquia. A reportagem obteve um áudio em que o acusado convocava os alunos.
“Quero que vocês tragam na próxima aula (…) o que vocês escreveram sobre levar um tapa na cara e que vocês tragam uma bacia (…) e uma vela. Uma vela grossinha. A bacia tem que ser grande o suficiente pra você poder mergulhar a tua mão ou alguma parte do teu corpo depois que eles forem queimados”, dizia. 


CN7 

Nenhum comentário:

Postar um comentário